Microsoft tem alta em lucros e receitas puxada por Azure e Windows

Microsoft bate previsões do mercado com crescimento de 46% no Azure e serviços de nuvem e 25% nas vendas de Windows para fabricantes

Giovanni Santa Rosa
Por

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (25) seus resultados financeiros do trimestre terminado em 31 de dezembro de 2021. O setor de nuvem e o Windows tiveram crescimentos expressivos em relação ao ano anterior, enquanto os games tiveram números mais modestos.

Microsoft (Imagem: Mohammad Rezaie/Unsplash)
Microsoft (Imagem: Mohammad Rezaie/Unsplash)

No geral, a companhia recebeu US$ 51,7 bilhões no período, uma alta de 20%. Já os lucros foram de US$ 18,8 bilhões, um crescimento de 21%. Ambos os resultados superaram as projeções de analistas.

A receita vinda do Azure e de outros serviços de nuvem subiu 46% em relação ao ano anterior. É um número expressivo, mas quebra uma série de quatro trimestres com crescimento acima de 50%. A alta bate com a expectativa dos analistas de mercado.

No geral, os negócios da Microsoft na nuvem tiveram uma alta de 32% em receitas, alcançando US$ 22,1 bilhões.

Atualmente, a Microsoft é a segunda maior fornecedora de cloud do mundo, com cerca de 20% do mercado. A líder é a Amazon com sua AWS, com mais de 40%. As informações são da consultoria Gartner.

Outro crescimento expressivo foi o de receita de licenças de Windows para fabricantes de computadores. A Microsoft diz que elas cresceram 25%. A alta coincide com o lançamento do Windows 11, em outubro de 2021.

O número é ainda mais interessante se levarmos em conta que as vendas de PCs caíram 5% no quarto trimestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020, segundo dados da Gartner.

De olho na compra da Activision Blizzard

Se Windows e Azure tiveram altas expressivas, o setor de games pode parecer, em um primeiro olhar, mais modesto. A venda de hardware de Xbox, por exemplo, teve uma alta de apenas 4%.

Controle especial do Xbox em comemoração aos 20 anos do console (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Controle especial do Xbox em comemoração aos 20 anos do console (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Dá para entender esse número, porém: o quarto trimestre de 2020 foi marcado pelo lançamento do Xbox Series X e Series S. No terceiro trimestre de 2021, a alta registrada em relação ao ano anterior foi de 166%. O número baixo, portanto, indica estabilidade depois de uma grande subida.

A divisão como um todo teve um crescimento de 8%. Os conteúdos e serviços foram melhor e subiram 10%.

A tendência é que o braço de jogos da Microsoft atraia a atenção de investidores e analistas de mercado nos próximos meses.

A companhia fechou negócio para comprar a Activision Blizzard por algo entre US$ 70 bilhões e US$ 75 bilhões.

Esta é a maior aquisição da história da companhia de Redmond, quase três vezes maior do que a líder da lista até então: a compra do LinkedIn por US$ 26,2 bilhões em 2016.

Com informações: CNBC, The Wall Street Journal.

Relacionados

Relacionados