Início / Notícias / Computador /

Windows 11 exige recurso de segurança que causa engasgos em PCs com chip AMD

Usuários relatam travamentos no Windows 11 em computadores com processadores Ryzen, devido a um problema causado pelo firmware TPM, da AMD

Murilo Tunholi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Os computadores equipados com processadores Ryzen estão tendo problemas de desempenho no Windows 11, devido ao recurso de firmware TPM (fTPM) presente nos chips da AMD. Apesar do fTPM ser compatível com os requisitos do Microsoft TPM, usuários têm notado engasgos aleatórios durante o uso do PC, após instalar o Windows 11 na máquina.

Processador AMD (Imagem: Divulgação/AMD)
Processador AMD (Imagem: Divulgação/AMD)

No Reddit, há vários relatos de pessoas passando pelos mesmos problemas de engasgos ao usar o Windows 11 em PCs com processadores Ryzen. Um usuário diz que a falha faz com que as imagens e os sons do computador pulem de um a dois segundos, em algumas ocasiões. As duas soluções que ele encontrou para o defeito foram desativar o fTPM pela BIOS e voltar para o Windows 10 ou instalar um módulo de TPM independente na placa-mãe.

Outros usuários falam que, após instalar o Windows 11, o computador passou a apresentar momentos de lentidão, em que, durante alguns segundos, todos os sons e animações do sistema são reproduzidos na metade da velocidade normal. Vale mencionar que a maioria dessas pessoas tem PCs relativamente poderosos, com processadores Ryzen 5000 e placas-mãe modernas.

O fTPM é uma proteção por TPM exclusiva da AMD. Em vez de proteger o computador por meio de um chip dedicado, todas as configurações são realizadas no processador e implementadas no sistema por firmware. Esse recurso deveria ser mais prático e ajudar os usuários, mas só tem causado dor de cabeça.

A Intel também usa sua própria proteção por TPM que funciona por firmware, a Platform Trust Technology (PTT). Ao contrário da tecnologia da AMD, porém, a ferramenta da Intel não está fazendo computadores engasgarem — pelo menos por enquanto.

AMD e Microsoft ainda não corrigiram o problema

Até o momento, nem Microsoft, nem a AMD apresentaram uma solução para o problema de compatibilidade entre o Windows 11 e o fTPM. As únicas formas de evitar os engasgos são voltando ao Windows 10 ou desativando o fTPM pela BIOS. O lado negativo de fazer o segundo processo é que alguns aplicativos podem não funcionar no sistema sem TPM, como Valorant.

Com informações: Windows Latest.