Início / Notícias / Computador /

Windows 10 leva 8h online para atualizar direito; Windows 11 quer mudar isso

Usuários não costumam manter o Windows 10 atualizado porque precisam ficar com o computador ligado e online por até 8 horas para baixar e instalar um update completo, segundo a Microsoft

Murilo Tunholi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Microsoft começou a investigar por que usuários de Windows 10 não costumam manter o sistema atualizado. Como resultado, a empresa descobriu que o principal problema é a demora para baixar e instalar as atualizações pelo Windows Update, que pode chegar a até oito horas com o PC ligado e online. Segundo a gigante da tecnologia, esse tempo deve diminuir no Windows 11.

Se teve algum problema depois do update, veja como desinstalar uma atualização no Windows 10 (Imagem: Clint Patterson / Unsplash)
Atualização no Windows 10 (Imagem: Clint Patterson / Unsplash)

Em um artigo publicado no fórum da Microsoft, o gerente de programação David Guyer explicou que os usuários de Windows 10 precisam ficar oito horas online para que o sistema seja atualizado direito. Segundo ele, essa informação é obtida a partir de um relatório chamado Update Connectivity, que mede o tempo em que PCs com Windows ficam ligados e conectados ao Windows Update.

No texto, Guyer ainda comentou o seguinte:

“Uma das coisas mais impactantes que exploramos foi quanto tempo um dispositivo precisa ser ligado e conectado ao Windows Update para poder instalar com sucesso atualizações de qualidade e recursos.

O que descobrimos é que é muito provável que os dispositivos que não atendam a uma certa quantidade de tempo de conexão não sejam atualizados com sucesso.

Especificamente, os dados mostram que os dispositivos precisam de um mínimo de duas horas de conexão contínua e seis horas de conexão total após o lançamento de uma atualização para fazer o update completo.

Isso permite um download bem-sucedido e instalações em segundo plano que podem ser reiniciadas ou retomadas assim que um dispositivo estiver ativo e conectado”.

David Guyer, gerente de programação da Microsoft.

Atualizações do Windows 11 são 40% menores

Para evitar que esse mesmo problema aconteça no Windows 11, a Microsoft reduziu o tamanho das atualizações do sistema em 40%. Assim, a empresa espera que mais usuários mantenham o Windows atualizado, com todas as melhorias de segurança e qualidade em dia.

A Microsoft também quer começar a lançar as atualizações mais críticas do Windows em pacotes menores, separados dos updates mensais de grande escala. Com isso, pessoas com conexões lentas de internet podem garantir as melhorias importantes o mais rápido possível.

Com informações: BleepingComputer, Microsoft, Microsoft.