LibreOffice 7.3 chega com suporte melhorado ao MS Office (sim, de novo)

LibreOffice 7.3 também traz mais recursos; pacote está disponível para Windows, Linux e Mac (inclusive com chip M1)

Emerson Alecrim
Por

Esta quarta-feira (2) foi a data escolhida para o lançamento oficial do LibreOffice 7.3 Community. A nova versão do pacote de produtividade de código aberto chega com mais desempenho, novas funcionalidades e, sobretudo, interoperabilidade melhorada com as ferramentas do Microsoft Office — pois é, de novo.

Calc do LibreOffice 7.3 para Windows (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Calc do LibreOffice 7.3 para Windows (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

As últimas versões do LibreOffice também foram lançadas com promessa de mais compatibilidade com o Office da Microsoft. Não é por falta de criatividade no desenvolvimento do projeto. A verdade é que fazer a suíte suportar os formatos usados pela Microsoft é um desafio permanente, afinal, a companhia segue padrões proprietários e fechados.

Com o lançamento do LibreOffice 7.3, os desenvolvedores ressaltam os esforços para tornar o pacote útil tanto para usuários que migraram do Microsoft Office quanto para quem precisa lidar com documentos em ambas as plataformas.

Nesse sentido, é preciso assegurar, tanto quanto possível, que um documento escrito no Word não perca a formatação ao ser aberto no editor Writer ou que uma planilha criada no Calc possa ser salva no formato XLSX (do Excel) sem fórmulas serem quebradas nesse processo, só para dar alguns exemplos simples.

Com base nesses princípios, o LibreOffice 7.3 foi desenvolvido para oferecer desempenho aprimorado na abertura de grandes arquivos nos formatos DOCX (Word) e XLSX/XLSM, melhorias nos filtros de exportação e importação de arquivos DOC, DOCX, XLSX e PPTX, uma área de ajuda focada em usuários que estão migrando do Microsoft Office, entre outros recursos.

A The Document Foundation (TDF), entidade responsável pelo projeto, destaca ainda a ampliação das bibliotecas ScriptForge, que facilitam o desenvolvimento de macros, a adição de um novo serviço Chart para criação de gráficos em planilhas Calc e mais funções para exportação de documentos em PDF.

É claro: a compatibilidade com os padrões abertos do OpenDocument Format (ODF) foi mantida na nova versão do pacote.

O vídeo a seguir aborda mais novidades:

YouTube video

LibreOffice 7.3 Community: onde baixar

O LibreOffice 7.3 Community pode ser baixado a partir do site oficial. A suíte está disponível para Windows (32 e 64 bits), Linux e macOS. Neste último, há uma versão para Macs com processador Intel e outra para unidades com chip Apple M1.

Vale destacar também que o pacote conta com versões em cerca de 120 idiomas, incluindo português do Brasil. Para chegar a esse número, o LibreOffice 7.3 teve apoio de 641 voluntários.

Já os novos recursos do pacote são resultado do trabalho de 147 colaboradores, dos quais 49 fazem parte de três empresas que participam do conselho da TDF — Collabora, Red Hat e Allotropia —; os 98 restantes são voluntários individuais.

Relacionados

Relacionados