Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Twitter libera botão de “dislike” nos tweets em teste no mundo inteiro

Botão de “dislike” é parecido com o do Reddit e não será público; Twitter diz que novo recurso melhora “qualidade nas conversas” da rede social

Pedro Knoth

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Twitter com uma pincelada de Reddit. A plataforma anunciou nesta quinta-feira (3) que vai expandir o teste para o botão de “dislike”, que funciona de uma forma parecida com o “downvote” da rede social vizinha — tem até o mesmo formato, de seta para baixo. Entretanto, a diferença é que o novo recurso da plataforma de 280 caracteres não será público, e deve chegar em breve para os aplicativo no Android e no iOS, depois de ser lançado para a versão web.

Dislikes no Twitter: recurso chegará em breve para iOS e Android, diz plataforma (Imagem: Twitter/ Divulgação)

O Twitter divulgou que o “dislike” foi lançado a usuários do mundo inteiro. Os testes com o botão começaram em julho de 2021.

Inicialmente, o recurso estava disponível apenas para o site da plataforma na web. Ao contrário do botão de “downvote” do Reddit, o “dislike” do Twitter não é público e serve apenas para que a empresa use métricas e decida quais respostas devem ser mostradas dentro do tweet.

Por enquanto, os testes com o recurso mostraram ao Twitter que ele é mais utilizado por usuários quando uma resposta é considerada “ofensiva”, ou quando um comentário não é tido como “relevante” para o tópico.

A rede social disse ainda que o botão é usado principalmente para que usuários sinalizem o tipo de conteúdo com o qual não querem se deparar dentro da plataforma. O “dislike”, nesse sentido, seria uma alternativa aos recursos de “silenciar” uma conversa ou usuário e de denunciar um tweet.

Dislikes escondidos pelo YouTube; likes pelo Instagram

Algumas redes sociais tiveram problemas com o uso de likes e dislikes. As ferramentas podem ser usadas para prejudicar o bem-estar do usuário quando ele posta um conteúdo, e quando há uma pressão relacionada à imagem dessa pessoa, como no Instagram.

A rede social de fotos e vídeos não tem dislikes. Mesmo assim, o Instagram determinou que a pessoa pode esconder a contagem de curtidas, em resposta a críticas de que a rede era tóxica à saúde mental.

De maneira parecida, o YouTube decidiu esconder a contagem pública de likes e dislikes em sua plataforma. Ainda é possível clicar no botão de “joinha invertido” para quem não gostar de um vídeo, mas a plataforma não mostra quantas reprovações foram recebidas. De acordo com o Google, a medida foi tomada para impedir campanhas de assédio aos pequenos criadores de conteúdo.

Quanto ao botão de “dislike” no Twitter, ele teria uma imagem de uma seta para baixo. Obviamente, isso remete ao downvote do Reddit, que não perdeu tempo para respondeu à novidade da concorrente.

O Twitter revelou que os usuários que testaram o “dislike” concordaram que ele melhora a “qualidade de conversas” na rede social. “Estamos animados para ver o que mais pessoas pensam dele à medida em que lançamos o botão para mais usuários”, disse a plataforma em seu perfil oficial.

Com informações: The Verge