Início / Notícias / Jogos /

FIFA 22 remove Marc Overmars após casos de assédio sexual

Ídolo holandês e ex-diretor técnico do Ajax teve carta de ícone removida do jogo após denúncias de funcionários do clube onde trabalhava

Victor Toledo

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O ex-jogador holandês Marc Overmars foi removido do FIFA 22 nesta quarta-feira (9) após denúncias de assédio sexual envolvendo o ex-atleta no clube no qual trabalhava. A decisão da EA Sports afeta os pacotes de Ultimate Team e Ultimate Draft, já que a carta de Ídolo de Overmars não será mais disponibilizada no jogo.

Carta de Ídolo de Marc Overmars (Imagem: Divulgação/EA Sports)

A carta do ex-atacante fazia parte do grupo de Ícones do FIFA 22. Esse grupo inclui atletas que fizeram história no futebol mundial e conta também com brasileiros como Pelé, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho, entre outros.

A remoção do ex-jogador foi anunciada pela EA Sports no próprio FIFA 22, acrescentando também que as faixas de preço da carta serão fixadas no mercado do jogo até segunda ordem.

O escândalo envolvendo o ex-jogador holandês teve início após colegas de trabalho do Ajax — clube onde trabalhou por mais de 10 anos — denunciarem Overmars por enviar mensagens impróprias de cunho sexual ao longo de todo esse tempo trabalhando no clube.

Comunicado de remoção do jogador no FIFA 22 (Imagem: Álvaro Teixeira/Tecnoblog)

Por conta das denúncias, o ex-atleta também se afastou do cargo de diretor técnico e declarou “estar envergonhado” pelas atitudes.

Remoção de cartas já ocorreu outras vezes

Essa não é a primeira vez que a EA remove um jogador do FIFA. Mais recentemente, os atletas Mason Greenwood e Benjamin Mendy, do Manchester United e Manchester City, respectivamente, também foram removidos após acusações de estupro e suspeitas de agressão.

No caso de Mendy, a acusação partiu de três mulheres por atos cometidos em sua própria casa entre outubro de 2020 e agosto de 2021. O jogador foi suspenso das atividades do clube onde atuava e também não está mais disponível em pacotes do Ultimate Team.

Já a remoção de Greenwood foi mais recente. O Atacante foi detido pela polícia de Manchester após sua namorada denunciar, pelos stories do Instagram, agressões e até tentativas de estupro. O jogador de 20 anos foi removido dos modos offline do FIFA 22 e dos pacotes do modo online, mas segue disponível no mercado do jogo.

Com informações: Fifa Ultimate Team UK