Raspberry Pi permite instalar sistema operacional sem precisar de outro PC

Nova funcionalidade instala sistema operacional no Raspberry Pi 4 ou 400 a partir da internet, sem computador intermediário

Emerson Alecrim
Por

Por padrão, a configuração de um Raspberry Pi exige que o usuário recorra a outro computador, que é usado para que o sistema operacional seja instalado em um cartão SD e, este, inserido na plaquinha. Mas uma alternativa mais prática está a caminho: nesta semana, a Raspberry Pi Foundation apresentou a versão beta de uma ferramenta que permite a instalação direta do sistema operacional no dispositivo.

Instalação direta do sistema operacional (imagem: divulgação/Raspberry Pi Foundation)
Instalação direta do sistema operacional (imagem: divulgação/Raspberry Pi Foundation)

Ao entrar no site da organização e rolar a página até o final, você encontrará um link para o Raspberry Pi Imager. Com versões para Windows, Linux e macOS, essa é a ferramenta que permite a instalação do sistema operacional em um Raspberry Pi (há outras por aí, mas essa é a oficial).

O procedimento funciona assim: depois de instalar o Raspberry Pi Imager, é necessário inserir um cartão SD no computador, executar a ferramenta e, nela, escolher o Raspberry Pi OS (ou outro sistema operacional, como o Ubuntu Linux) e a unidade de armazenamento. O sistema operacional será baixado e gravado. Depois é só levar o cartão para o Raspberry Pi.

Instalação sem computador intermediário? Agora é possível

Apesar de a instalação via Raspberry Pi Imager não ser difícil, esse procedimento só é executado se o usuário tiver outro computador por perto. Em determinadas circunstâncias, essa pode ser uma limitação importante.

A alternativa apresentada pela Raspberry Pi Foundation permite que a instalação ocorra via rede, sem necessidade de um computador intermediário. Tudo o que é preciso fazer é conectar um Raspberry Pi 4 ou um Raspberry Pi 400 à internet com um cabo Ethernet (não é possível usar Wi-Fi).

O novo recurso foi inserido no bootloader do Raspberry Pi. Quando a placa for ligada, o bootloader procurará um sistema operacional para carregar. Se o sistema não for encontrado, então a opção para fazer a instalação deste via rede será exibida.

Basta então seguir as instruções para uma versão do Raspberry Pi Imager ser baixada e, na sequência, o sistema operacional ser instalado ali mesmo, diretamente no cartão SD.

YouTube video

Instalação via rede tem limitações

O procedimento de instalação via rede é uma ideia bem-vinda, mas limitada em alguns aspectos. Para começar, o novo método só funciona no Raspberry Pi 4 ou no Raspberry Pi 400.

Além disso, esse é um recurso em fase beta, razão pela qual o novo bootloader só vai ser padrão nesses dispositivos após ser finalizado.

Levemos em conta também que, em unidades do Raspberry Pi 4 ou Raspberry Pi 400 atuais, a instalação via rede só funcionará se o bootloader for atualizado.

A ironia dessa história é que a maneira mais fácil de atualizar o bootloader é usando o Raspberry Pi Imager a partir de outro computador.

Mas vale reforçar: quando finalizado, o bootloader vai ser padrão nas novas unidades das linhas Raspberry Pi 4 e Raspberry Pi 400. Só não sabemos ainda quando a fase beta terminará.

Você encontra orientações detalhadas para instalação via rede no site do Raspberry Pi.

Relacionados

Relacionados