Início / Notícias / Finanças /

Twitter aposta em Ethereum logo após saída de CEO que apoia bitcoin

Coincidentemente após renúncia de Jack Dorsey, amante do bitcoin (BTC), Twitter adiciona opção de pagamento em ether (ETH) ao Tips; companhia nega que exista relação

Bruno Ignacio

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Twitter anunciou na última quarta-feira (16) que seus usuários vão poder adicionar seus endereços de carteiras digitais Ethereum aos seus perfis como parte de um novo recurso de pagamento do Tips para iOS e Android. Curiosamente, a função chega pouco depois de Jack Dorsey, grande defensor do bitcoin, deixar o cargo de CEO.

App do Twitter
App do Twitter (Imagem: Souvik Banerjee/ Unplash)

O Tips permite que os usuários do Twitter adicionem métodos de pagamentos em um sistema criado, principalmente, para apoiar influenciadores, criadores de conteúdo e outras contas do tipo. Como o próprio nome sugere, o recurso permite enviar “tips” (gorjetas, em tradução livre). No entanto, até ontem, a plataforma incluía somente aplicativos de pagamentos tradicionais, como o Cash App, e carteiras populares de bitcoin.

As criptomoedas são uma opção desde outubro de 2021. Quer dizer, somente o bitcoin havia sido abraçado pela rede social, permitindo que endereços de carteiras digitas da moeda fossem adicionadas ao Tips. Na época, Dorsey ainda era CEO da companhia. Ele renunciou ao cargo em novembro do ano passado.

O fundador do Twitter é notavelmente conhecido como um grande apoiador e entusiasta (para não dizer evangelista) do bitcoin. Durante a conferência Miami Bitcoin de 2021, considerado o maior evento de criptomoedas da história, Dorsey disse que, além do bitcoin, ele não considerava “todas as outras criptomoedas”.

Ethereum chega ao Tips após renúncia de Dorsey

Claro, coincidentemente após a renúncia do empresário como CEO do Twitter, o ether agora também é uma opção de pagamento incorporada ao Tips. O Mashable procurou a companhia, questionando se havia alguma relação entre a novidade anunciada ontem e a saída de Dorsey. Obviamente, um porta-voz da empresa negou.

No entanto, o Twitter já vinha flertando com a rede Ethereum, um relacionamento que começou a se consolidar quando, em janeiro deste ano (novamente, após a renúncia de Dorsey), a plataforma incorporou NFTs da rede Ethereum, permitindo que sejam usados como foto de perfil na rede social.

Aviso do Twitter sobre NFTs como fotos de perfil (Imagem: Reprodução)
Aviso do Twitter sobre NFTs como fotos de perfil (Imagem: Reprodução)


Os tokens são destacados por um hexágono, mostrando todos os detalhes do ativo digital ao clicar em cima da imagem, vídeo, GIF ou qualquer que seja o formato da arte digital vinculada ao NFT.

Anteriormente, desta vez com Dorsey ainda na liderança da empresa, o Twitter distribuiu gratuitamente NFTs originais em junho do ano passado, criados no blockchain da Ethereum. No entanto, o ex-CEO não tinha para onde correr naquela época, porque essa rede era e segue sendo a mais importante e usada no mercado de tokens não fungíveis.

Com informações: Mashable