Windows 11 vai exigir conta Microsoft até mesmo na versão Pro

Em breve, será obrigatório estar conectado à internet e fazer login com uma conta Microsoft para instalar qualquer versão do Windows 11, seja Home ou Pro

Murilo Tunholi
Por

A próxima grande atualização do Windows 11 promete muitas novidades boas, mas pode desagradar alguns usuários, devido a uma nova limitação. Na build de testes mais recente, passou a ser obrigatório estar conectado à internet e fazer login na conta Microsoft durante a instalação do sistema, até mesmo na versão Pro. Até então, só era necessário cumprir esses requisitos na edição Home.

Notebook com Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Notebook com Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Na época do Windows 10, era possível burlar a necessidade de estar conectado à internet na instalação da versão Home, ao criar um usuário local sem e-mail. Porém, isso foi removido no Windows 11 Home. Em breve, não vai dar para concluir o setup sem uma conta da Microsoft em nenhuma edição do Windows 11, infelizmente.

Quando a atualização chegar ao público final, o Windows 11 será o único sistema operacional doméstico a exigir login para acessar qualquer função, inclusive as mais básicas. No macOS e no iOS, por exemplo, a Apple ainda permite criar um perfil de usuário local para acessar Macs, ou simplesmente pular a verificação em iPhones e iPads.

Enquanto isso, celulares Android precisam estar conectados à internet, mas não é necessário fazer login em contas do Google para chegar à tela inicial do sistema. Nem o ChromeOS exige login durante a instalação. A Microsoft é a única que vai dar esse passo para trás.

Ainda não sabemos quando a atualização será lançada, mas a novidade já está valendo na build de testes 22557 — disponível para participantes do programa Windows Insider.

Windows 11 também está preparando boas novidades

Apesar da novidade não tão agradável, as próximas atualizações do Windows 11 vão habilitar recursos interessantes no sistema. A Microsoft pretende trazer de volta o gesto de arrastar e soltar da barra de tarefas, assim como as pastas do menu Iniciar. Essas funções já existiam em versões anteriores, mas não foram incluídas no lançamento do Windows 11.

Além disso, o Windows 11 vai receber mais recursos para melhorar a qualidade gráfica e o desempenho dos jogos de PC. A Microsoft irá estrear uma nova ferramenta de calibração de HDR — que já existe nos Xbox Series X|S —, e habilitar Auto HDR e taxa de atualização variável em games antigos que rodam em modo janela.

Com informações: ArsTechnica.

Relacionados

Relacionados