TB Comunidade #108: YouTube, Firefox, Telegram, TSE e mais

Estes foram os destaques da Comunidade do Tecnoblog no período entre 19 e 25 de fevereiro

André Leonardo
Por

Chegamos ao fim de mais uma semana e o assunto mais comentado no Tecnoblog foi o curioso caso do pai que cortou a internet de dois municípios franceses ao tentar limitar o acesso dos filhos. Na Comunidade do Tecnoblog, as discussões em destaque envolveram o Google One, provedores locais de internet e monitores. Confira esses e outros assuntos referentes ao período entre 19 e 25 de fevereiro.

Imagem Comunidade Tecnoblog
TB Comunidade #108 (Imagem: Reprodução/ Tecnoblog)

As 5 melhores discussões da Comunidade do TB

  1. Google One, upload em assinatura sem sequência 
  2. RIP provedores regionais no Ceará
  3. Monitor externo Mac Mini
  4. Linha de all-in-one com Android que a AOC
  5. Casa Conectada: Dúvidas e Marcas 

A limitação de espaço do Google Drive, faz com que as pessoas procurem formas criativas para utilizar serviços. O Wemerson_Oliveira estava com dúvidas se valeria a pena assinar o Google One e cancelar em sequência, apenas para fazer upload de alguns conteúdos e fugir das limitações de espaço. 

Os usuários da Comunidade do Tecnoblog explicaram que talvez não fosse uma boa ideia, pelo risco de ter material apagado e aproveitaram para indicar alternativas ao serviço. Se você tem uma dúvida parecida, vale conferir o tópico.

Os provedores regionais de internet podem fazer a diferença para usuários em muitas cidades em que as grandes operadoras não oferecem um serviço de qualidade. 

O Ksio89 levantou a questão sobre o aumento de até 70% nos preços de planos de internet no Ceará, devido a uma nova taxa estipulada pela Enel, empresa distribuidora de energia no estado. 

O pessoal da Comunidade comentou sobre o ocorrido. Muitos membros relataram sobre a importância destes serviços em suas cidades. Aliás, vocês costumam usar provedores regionais? Eles são importantes na sua cidade? 

Em nosso momento “Help da Comunidade”, foi a vez do Carlos_Eduardo pedir ajuda para resolver um problema de compatibilidade entre seu Mac Mini com M1 e seu monitor AOC. Tudo ia bem até a atualização para o macOS Monterrey, quando o monitor começou a apresentar uma tela preta. 

A resolução do problema foi trabalhosa, mas vale conferir a história e conferir as dicas dadas por lá.

MacBook Pro com chip M1 Pro ou M1 Max tem tela com notch
MacBook Pro com chip M1 Pro ou M1 Max tem tela com notch (Imagem: Divulgação / Apple)

As 5 melhores discussões sobre pautas do Tecnoblog

  1. Pai bloqueia Wi-Fi e 4G dos filhos e derruba internet de dois municípios
  2. YouTube deixa de monetizar canal do Monark e usuários do Twitter reagem
  3. Firefox, rival do Chrome, tem missão impossível após perder 30 milhões de usuários  
  4. Lula volta a defender limites em redes sociais para combate às fake news
  5. Na mira do TSE, Telegram dispara e chega a 60% dos smartphones no Brasil  

Mesmo com alguns problemas com a Justiça Eleitoral, por não participar do acordo entre plataformas para combater fake news, o Telegram continua em plena ascensão no Brasil.

O aplicativo chegou a 60% dos smartphones brasileiros, segundo dados do Mobile Time com a consultoria Opinion Box. O mensageiro teve um crescimento de 33% nos últimos dois anos.

Aplicativo do Telegram (Imagem: Umut Solmaz/Pixabay)
Aplicativo do Telegram (Imagem: Umut Solmaz/Pixabay)

Já dizia o filósofo contemporâneo: “Não tá fácil pra ninguém”. Agora, imagine para o Firefox, que perdeu cerca de 30 milhões de usuários no período entre 2019 e 2022

Embora não exista uma razão específica pelo abandono de usuários, a combinação de fatores como a facilidade dos rivais serem encontrados nativamente em aparelhos, como Chrome nos celulares Android, Edge em dispositivos com Windows e Safari nos dispositivos da Apple ajudam a dificultar a vida do navegador da raposa.

Firefox no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Firefox no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Enquanto isso, na França, um pai muito preocupado em evitar que seus filhos acessassem à internet durante a madrugada, acabou cortando a internet de dois municípios por vários dias ao utilizar um bloqueador de sinal. Esse foi o assunto mais comentado entre as pautas do Tecnoblog.

A história é engraçada, mas para o pai, não acaba tão bem, já que ele terá que pagar uma multa de 30 mil Euros e pode pegar até seis meses de prisão, pois bloqueadores de sinal são proibidos na França.

É isso pessoal, não deixem de acompanhar o Tecnoblog e participem das discussões na Comunidade.

Relacionados

Relacionados