Início / Notícias / Brasil /

Uber e 99 darão aumento para motoristas após nova alta da gasolina

Com aumento de 18,77% na gasolina nas refinarias, Uber sobe valor repassado por corrida, e 99 pagará mais por quilômetro rodado

Giovanni Santa Rosa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A guerra na Ucrânia levou a sanções ao petróleo russo, elevando o preço da commodity no mercado internacional. Por aqui, a consequência veio nos postos de combustível, com o aumento da gasolina e do diesel. A situação afeta em especial os motoristas de aplicativo, que dependem do insumo para trabalhar. Uber e 99 vão aumentar o repasse aos trabalhadores para eles poderem arcar com estes gastos.

Motorista de Uber
Motorista de Uber (Imagem: Paul Hanaoka/ Unsplash)

A Uber diz que aumentará temporariamente o valor pago por corrida em 6,5%, começando na semana que vem. A medida faz parte de um investimento de R$ 100 milhões em iniciativas “voltadas ao aumento nos ganhos e redução dos custos dos parceiros”.

“Esperamos que essas ações emergenciais colaborem para reduzir os impactos no dia a dia”, disse ao UOL Silvia Penna, diretora-geral da Uber no Brasil.

Já a 99 vai pagar 5% a mais por quilômetro rodado pelos motoristas nas corridas pelo aplicativo. A medida vai começar a valer nos próximos dias nas 1.600 cidades onde o aplicativo opera. Esse custo não será repassado aos usuários, promete a companhia.

A empresa também pensa em uma solução de subsídio que acompanhe automaticamente as flutuações dos combustíveis. A ideia é trazer mais transparência e segurança para os motoristas. A 99 divulgou ainda uma tabela com os valores pagos a motoristas de São Paulo.

Alta da gasolina pune motoristas de Uber desde 2021

A situação não é exatamente nova. Em agosto de 2021, a Associação de Motoristas de Aplicativo de São Paulo (Amasp) já apontava o aumento do preço dos combustíveis como um dos motivos para o alto número de cancelamentos ao pedir uma corrida de Uber.

O último reajuste anunciado pela Petrobras foi de 18,77% na gasolina, 24,9% no diesel e 16% no gás de cozinha. A estimativa é que o preço médio da gasolina nas bombas passe de R$ 6,57 para R$ 7,02, segundo o UOL. O diesel pode sair de R$ 5,60 para R$ 6,48.

Com informações: G1, UOL.