Início / Notícias / Tecnoblog /

Quantos carregadores você leva em viagens? As discussões na Comunidade do TB

Estes foram os destaques da Comunidade do Tecnoblog no período entre 26 de março a 1 de abril

Janaína Dantas

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Chegamos ao fim de mais uma semana e para deixar você por dentro de tudo que rolou, trouxe alguns tópicos interessantes que surgiram na Comunidade do TB nos últimos dias: quantos carregadores você leva quando sai de casa? Será que ainda vale importar o MacBook Air M1? Vem comigo para ver todos os assuntos que foram destaques entre os dias 26 de março e 1 de abril.

Carregador GaN da Razer (Imagem: Divulgação/Razer)
Muitos aparelhos, muitos cabos para carregar. (Imagem: Divulgação/Razer)

Quantos cabos/carregadores você costuma levar quando viaja?

O nosso leitor Banana_Phone (André Gorgen) levantou essa reflexão na Comunidade e eu, particularmente, achei interessante.

“Vim passar uma semana na casa dos meus pais, hoje a bateria da minha escova de dentes acabou e eu esqueci o carregador dela.

Eu trouxe o carregador do meu celular, do notebook, do fone que é micro USB A, do barbeador e do relógio. Se eu tivesse lembrado de trazer o carregador da escova de dentes, seriam 6 carregadores!

E eu ainda trouxe um power bank, tenho uma parte da mochila só pra cabos. É até difícil lembrar de tudo na hora de viajar.”

O tempo foi passando e foi surgindo produtos e mais produtos que se tornaram essenciais na nossa rotina. A questão é que todos esses objetos que facilitam a nossa vida precisam de bateria para funcionar. Assim, sem perceber, estamos rodeados de carregadores por aí.

Porém, há quem consiga se organizar para não se enrolar (quase que literalmente) com tantos cabos. É o caso do filipeesposito:

Comentário de filipeesposito na Comunidade do TB (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Comentário de filipeesposito na Comunidade do TB (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

E você? É do time do André ou do Filipe? Tem algum truque para otimizar espaço na mala? Visite o tópico na Comunidade e compartilha com a gente 😉. Mas, antes, confira abaixo outros destaques dessa semana.

Outros tópicos que repercutiram na Comunidade

Phishing (ou não), importação de MacBook e outros assuntos que vale a pena conferir.
Acesse os links abaixo e deixe sua opinião.

  1. Phishing extremamente sofisticado usando o nome da Nubank 
  2. Cliente Ouro Magalu paga mais caro?
  3. Roteador Huawei Wi-Fi WS5200 
  4. Ainda vale a pena importar o MacBook Air M1 de entrada em 2022?

Além dos temas levantados por vocês na Comunidade, temos algumas pautas produzidas pela equipe do TB que também repercutiram por aqui. Bora conferir?

Projeto quer prefixo 0303 para chamadas de telemarketing
Prefixo 0303 para chamadas de telemarketing foi pauta na Comunidade. (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

As 5 melhores discussões sobre pautas do Tecnoblog

  1. Prefixo 0303 para telemarketing pode gerar “séria crise”, alerta entidade
  2. O LinkedIn seria melhor sem esses 3 tipos de posts que atacam minha ansiedade
  3. Rival do iFood, app de entrega sem taxas é lançado pela prefeitura do Rio
  4. Criminosos expulsam operadoras para vender internet precária em comunidades
  5. Facebook está por trás do falso desafio “bata em um professor” no TikTok

Desde o dia 10 de março, é obrigatório o uso de prefixo 0303 em ligações de telemarketing (mesmo que seja só uma mensagem eletrônica gravada oferecendo serviços e produtos). Assim, o consumidor consegue saber do que se trata e decidir se atende ou não.

A decisão não agradou a presidente da Feninfra (Federação Nacional de Call Center, Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática), Vivien M. Suruagy. Ela afirma que o prefixo pode gerar uma série crise e afetar empresas do setor e até mesmo o cliente final. O assunto repercutiu bastante entre os nossos leitores já que, para a maioria, a regra da Anatel continua sendo benéfica para os consumidores.

O LinkedIn pode ser um terror para pessoas que lidam com crises de ansiedade (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
O LinkedIn pode ser um terror para pessoas que lidam com crises de ansiedade (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O que não é muito benéfico (pelo menos para a saúde mental de algumas pessoas) é acessar o LinkedIn. Alguns conteúdos por lá parecem mais histórias de terror e podem ser gatilhos para quem tem ansiedade. 

O Murilo Tunholi produziu um especial sobre o assunto e teve muita gente concordando com ele lá. Você também acha que a rede social virou um ambiente tóxico? Compartilha sua opinião com a gente. 

Encerro nosso resumo semanal por aqui. Não se esqueça de acompanhar o Tecnoblog e participar das discussões na Comunidade para ficar por dentro de todas as novidades. Até a próxima.