Início / Notícias / Negócios /

Ações do Twitter decolam após Elon Musk virar maior acionista da empresa

O CEO da Tesla e da SpaceX adquiriu US$ 2,89 bilhões em ações do Twitter; com a compra, Musk se torna o maior acionista individual da empresa

Bruno Ignacio

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Elon Musk, o CEO da Tesla e SpaceX, comprou quase US$ 3 bilhões em ações do Twitter. Com isso, o bilionário se tornou o maior acionista individual da companhia. A notícia vem após alguns tweets curiosos do empresário, que perguntou aos seus 80 milhões de seguidores sobre a liberdade de expressão na plataforma. Após a divulgação da aquisição, o preço das ações da empresa disparou 29%.

Elon Musk (Imagem: Dan Taylor/Heisenberg Media)
Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX (Imagem: Dan Taylor/Heisenberg Media)

Nesta segunda-feira (4), ele tinha 73,5 milhões de ações, assumindo assim uma participação de 9,2% no Twitter Inc. Embora Musk tenha comprado os ativos no dia 14 de março, de acordo com um documento da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), a notícia só foi dada nesta manhã.

Após a repercussão da compra bilionária, as ações do Twitter decolaram. Entre seis e sete da manhã de hoje, o preço do ativo disparou de US$ 39 para US$ 50. No momento de publicação desta matéria, a valorização acumulada desde então era de 29,5%.

Preço das ações do Twitter nesta segunda-feira, 4 de abril (Imagem: Reprodução/ Yahoo Finance)
Preço das ações do Twitter nesta segunda-feira, 4 de abril (Imagem: Reprodução/ Yahoo Finance)

Segundo a documentação da SEC, Musk adquiriu as ações por US$ 2,89 bilhões, com base no fechamento do mercado na última sexta-feira. Trata-se também do maior aumento diário do ativo desde seu primeiro dia de negociação, após a oferta pública inicial do Twitter em 2013.

Musk pode ter planos maiores para o Twitter

O mais interessante em toda essa história são as possíveis intenções de Musk por trás do investimento bilionário. No dia 25 de março, o CEO da Tesla fez uma enquete no Twitter, perguntando aos seus mais de 80 milhões de seguidores se a plataforma que ele tanto usa adere rigorosamente aos princípios de liberdade de expressão. 70% dos usuários respondeu que não.

Pouco depois, ele respondeu ao próprio tweet dizendo que “as consequências dessa enquete serão importantes. Por favor, vote com cuidado”. Em outra postagem no dia anterior, o magnata havia perguntado se o algoritmo do Twitter deveria ou não ser open source. Nesse caso, 83% dos usuários disseram que sim.

“Dados os comentários anteriores de Elon sobre querer iniciar uma empresa de mídia social, eu diria que é possível que ele aumente sua participação no Twitter ou assuma o controle da empresa em breve”, disse Tom Forte, analista da DA Davidson & Co. em entrevista à Bloomberg.

O que Musk estaria planejando para o Twitter?

Com informações: Bloomberg