GPD XP Plus é um clone do Nintendo Switch com controles em módulos magnéticos

Novo console portátil da GPD roda emuladores e jogos de Android; GPD XP Plus vem com três controles modulares que podem ser trocados a qualquer momento

Murilo Tunholi
Por

O GPD XP Plus é o novo console portátil da fabricante chinesa GPD, com visual inspirado no Nintendo Switch e no Steam Deck. Capaz de rodar jogos de Android, o videogame tem tela de 6,8 polegadas e controles nas laterais do aparelho — os quais podem ser trocados a qualquer momento, conforme o tipo de game, graças aos módulos magnéticos.

GPD XP Plus (Imagem: Divulgação/GPD)
GPD XP Plus (Imagem: Divulgação/GPD)

O dispositivo chega para substituir o antigo GPD XP, lançado em novembro de 2021. Com design quase idêntico ao seu antecessor, construído em carcaça de alumínio na cor cinza, o GPD XP Plus recebeu melhorias no desempenho do processador, na velocidade do armazenamento e na qualidade da conexão sem fio com a internet.

Nos componentes internos, o console conta com o chip MediaTek Dimensity 1200, que promete entregar mais desempenho que o MediaTek Helio G95 usado na versão anterior. Segundo a fabricante, o processador mais recente supera em diversos testes de performance até mesmo o Snapdragon 888, da Qualcomm, usado no Samsung Galaxy S21 Plus e no Asus ROG Phone 5, por exemplo.

A GPD chegou a pensar em equipar o GPD XP Plus com o recém-anunciado Snapdragon G3x Gen 1 — chip dedicado para consoles portáteis que promete rodar jogos a até 144 FPS. Porém, a empresa desistiu da ideia devido a “políticas de restrições conhecidas e preço alto”.

Entre as outras melhorias do dispositivo estão o armazenamento UFS 3.1 (era UFS 2.1 na versão anterior), e a adoção de Wi-Fi 6 no lugar de Wi-Fi 5. Além disso, a memória RAM de 6 GB tem padrão LPDDR4X e alcança velocidade de até 4266 MHz. Já a bateria de 7.000 mAh suporta carregamento rápido de 65 watts.

Assim como o Nintendo Switch e o Steam Deck, o GPD XP Plus pode ser conectado a uma tela externa para exibir os jogos em maior qualidade. A porta USB-C do aparelho suporta saída de vídeo em resoluções de 4K a 60 Hz ou 1080p a até 168 Hz.

GPD XP Plus vem com três controles modulares

Controles modulares do GPD XP Plus (Imagem: Divulgação/GPD)
Controles modulares do GPD XP Plus (Imagem: Divulgação/GPD)

Como maior diferencial, o videogame portátil traz controles modulares. Graças aos conectores magnéticos nas laterias, os jogadores podem trocar o joystick do lado direito a qualquer momento. Na caixa do console há três opções de controles: um para shooters, outro para MOBAs e um módulo tradicional inspirado no Xbox.

A GPD garante que os módulos magnéticos são resistentes, podendo aguentar até 1,1 kg de força sem quebrar. Os controles são carregados quando estão conectados ao aparelho, assim como acontece com os Joy-Cons, do Nintendo Switch.

Fica técnica – GPD XP Plus

A ficha técnica completa do GPD XP Plus, com todos os detalhes dos componentes internos e externos, você confere logo abaixo:

  • Tela: painel IPS LCD de 6,81 polegadas com resolução de 2400 x 1080 pixels, 388 ppi e 60 Hz;
  • Processador: MediaTek Dimensity 1200 octa-core;
  • Memória RAM: 6 GB LPDDR4X operando a 4266 MHz;
  • Armazenamento interno: 128 GB UFS 3.1 com suporte a cartão microSD de até 2 TB;
  • Bateria: 7.000 mAh com carregamento rápido de 65W;
  • Conectividade: Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2 e redes móveis até 4G;
  • Sensores: bússula, gravidade e giroscópio;
  • Portas: 1x USB-C, 1x combo de fone de ouvido e microfone;
  • Sistema operacional: Android 11 na GPD Metro UI;
  • Dimensões:
    • 233 x 83 x 18 mm (controle de Xbox);
    • 216 x 83 x 18 mm (controle de shooter);
    • 205 x 83 x 18 mm (controle de MOBA);
  • Peso:
    • 370 gramas (controle de Xbox);
    • 350 gramas (controle de shooter);
    • 330 gramas (controle de MOBA).

Preço e disponibilidade

O GPD XP Plus está em fase de financiamento coletivo no site Indiegogo, com previsão de lançamento global para maio de 2022. A fabricante quer arrecadar US$ 200 mil antes de disponibilizar o aparelho para venda.

Ainda não há preço final para o console portátil. Vale mencionar que o modelo anterior — o GPD XP — chegou ao mercado custando US$ 341 (cerca de R$ 1.576 em conversão direta).

Com informações: Liliputing, Gizmochina, GPD.

Relacionados

Relacionados