Microsoft cria equipe dedicada para focar em apps de Android

Nova divisão da Microsoft concentrará o desenvolvimento de soluções para o Android; companhia quer integrar celulares ao Windows

Bruno Gall De Blasi
Por

Microsoft está apostando suas fichas na aproximação entre o Android e o Windows. Segundo o Windows Central, a companhia preparou uma nova divisão para focar no desenvolvimento de soluções para o sistema operacional móvel. A iniciativa também visa incrementar a integração entre celulares e computadores.

Nova divisão da Microsoft vai focar no desenvolvimento de soluções para o Android (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Nova divisão da Microsoft vai focar no desenvolvimento de soluções para o Android (Imagem: Divulgação/Microsoft)

A dança das cadeiras visa atingir uma estratégia de longa data da Microsoft. O site relatou que, anteriormente, todas as ações para o Android, como o teclado SwiftKey, Phone Link e o Microsoft Launcher, eram desenvolvidos sob o chapéu da divisão Microsoft Mobile Experiences (MMX). Mas a empresa levou essas e outras soluções para um novo departamento: Android Microsoft Platform and Experiences (AMPX).

A mudança interna foi revelada através de um memorando interno assinado pelo chefe de produto do Windows, Panos Panay. Mas esta não é a única informação de bastidor revelada na semana passada. Ainda de acordo com o Windows Central, a companhia tem grandes ideias em mente para o Android e Windows nos próximos anos.

É o caso da integração entre os sistemas. E parte disso já está em ação, como o suporte nativo aos apps para Android do Windows 11 e a atualização Vincular ao Celular. Além disso, o Google está levou algumas funções do sistema móvel ao software da Microsoft, como o Nearby Share, uma espécie de “AirDrop para Android”.

Vincular ao Celular permite controlar smartphones Android pelo Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Vincular ao Celular permite controlar smartphones Android pelo Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Microsoft quer Windows e Android mais próximos

A estratégia também deixaria o Windows mais próximo do macOS. Afinal, não há como negar que o ecossistema é uma das principais vantagens da Apple, pois todos os dispositivos da marca estão interligados. Lembro bastante do dia em que comprei meu Apple Watch e receber a opção para desbloquear o MacBook pelo relógio.

Mas a integração não termina aí. Volta e meia tiro fotos com o meu iPhone e envio para o MacBook com apenas um toque ou atendo ligações pelo notebook. Outra vantagem é na hora de transferir textos, imagens e afins entre dispositivos: basta eu copiar o conteúdo no iPad, por exemplo, e colar no computador.

Pessoalmente, vejo a ausência dessa integração como a maior desvantagem do Android. E, de fato, caso a Microsoft adote soluções que aproximem o Windows do Android, tanto ela quanto as fabricantes terão mais vantagens neste sentido. E essa é até uma estratégia que a Samsung vem explorando com o “ecossistema Galaxy”, que até a One UI para os seus notebooks com Windows.

Com informações: 9to5Google

Relacionados

Relacionados