Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Usuários do Office 2013 recebem aviso da Microsoft sobre fim do suporte

Suporte do Office 2013 será encerrado; versão antiga da suíte de escritório deixará de receber atualizações em um futuro próximo

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Se você ainda usa o Office 2013, é bom ficar atento. A Microsoft alertou que o suporte à geração antiga da suíte de escritório será encerrado no começo do ano que vem. No lugar, a companhia recomenda que os usuários migrem para versões mais recentes do Office ou para pacotes de assinatura do Microsoft 365.

Office 2013 terá o suporte encerrado no ano que vem (Imagem: Tecnoblog)
Office 2013 terá o suporte encerrado no ano que vem (Imagem: Tecnoblog)

O comunicado foi revelado aos usuários da versão do Microsoft Office lançada em 2013. No alerta, a Microsoft informa que, após cinco anos de suporte básico e mais cinco anos de suporte estendido, a geração antiga da suíte de escritório chegará ao fim. A previsão é de que esta versão seja aposentada em 11 de abril de 2023.

O Office 2013, como era de se esperar, não terá mais atualização após o encerramento do suporte. Em outras palavras, você até terá como utilizar a versão antiga no seu computador. No entanto, por não receber mais updates, os programas da suíte de escritório podem se tornar inseguros, por exemplo.

Microsoft recomenda o uso de versões mais recentes

No lugar, é recomendável utilizar uma versão mais recente do pacote. “Comece a atualizar para o Microsoft 365 Apps, que foi projetado para receber atualizações regulares e ajudará você a se manter atualizado”, diz o comunicado. “Como alternativa, se sua organização exigir um produto estático e imutável, considere migrar para o Office LTSC 2021.”

Este é mais um produto da companhia que será encerrado em breve. Em março, a Microsoft alertou que o Internet Explorer 11 será aposentado nos próximos meses. A suíte Microsoft 365 também encerrou o suporte ao antigo navegador do Windows em agosto do ano passado.

Com informações: BleepingComputer