Início / Notícias / Negócios /

Elon Musk entra em acordo e compra Twitter por US$ 44 bilhões

Twitter anuncia que chegou a acordo definitivo com Elon Musk, que pagará em dinheiro US$ 54,20 por ação da rede social

Giovanni Santa Rosa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A novela entre Twitter e Elon Musk está próxima de seu capítulo final. A rede social anunciou nesta segunda-feira (25) um acordo com o bilionário. Ele pagará em dinheiro US$ 54,20 por ação da empresa, totalizando cerca de US$ 44 bilhões. Depois da conclusão do negócio, a companhia não estará mais listada na bolsa de valores. Veja esta notícia também no formato de stories.

Elon Musk (Imagem: Peter Tsai/Flickr)
Elon Musk (Imagem: Peter Tsai/Flickr)

A compra deve ser concluída ainda em 2022. Ela está sujeita à aprovação dos acionistas, ao sinal verde das autoridades regulatórias e ao cumprimento de outras condições habituais.

Em documento registrado na quinta-feira (21) junto à SEC (órgão responsável por regular o mercado financeiro dos EUA), Musk disse ter conseguido US$ 25,5 bilhões em empréstimos e US$ 21 bilhões em recursos próprios. O comunicado feito pela empresa repete esses números.

Em anúncio publicado na tarde desta segunda (25), o Twitter diz que os acionistas receberão 38% de prêmio sobre o valor dos papéis, considerando o preço das ações em 1º de abril. Musk já possui aproximadamente 9% da companhia.

Bret Taylor, presidente do conselho independente do Twitter, destaca o valor a mais que os investidores receberão. “Acreditamos que este é o melhor caminho para os acionistas.” Parag Agrawal, CEO do Twitter, diz estar orgulhoso das equipes e inspirado pelo trabalho feito.

No mesmo comunicado, Musk destaca a liberdade de expressão, que ele chama de “alicerce da democracia”. “O Twitter é a praça digital onde são discutidas as questões vitais para o futuro da humanidade”, disse o novo dono da rede social.

No Twitter, o bilionário disse que espera que seus críticos permaneçam na rede, porque “esse é o significado de liberdade de expressão”.

Ele promete abrir o código dos algoritmos da rede, eliminar os robôs de spam, autenticar todos os usuários humanos e acrescentar recursos à plataforma. “O Twitter tem um potencial tremendo — quero trabalhar com a empresa e a comunidade de usuários para liberar esse potencial.”

Como Musk passou de acionista a dono de tudo

No começo do mês de abril, um documento enviado à SEC revelou que Musk tinha comprado 73,5 milhões de ações do Twitter, o que corresponde a uma participação de 9,2% na empresa.

As transações foram feitas gradualmente ao longo de meses. Por algumas semanas, ele foi o maior acionista individual da companhia, até a empresa de fundos de investimento Vanguard Group comprar uma fatia maior.

Inicialmente, Musk recebeu um lugar no conselho da companhia e deu apoio a uma demanda antiga de alguns usuários: um botão para editar tweets.

Logo em seguida, ele recusou o cargo para poder comprar mais ações e fez uma proposta para se tornar o único dono da rede social.

Inicialmente, a diretoria do Twitter se opôs ao negócio, adotando inclusive uma “poison pill” para diluir a participação de Musk caso ele tentasse comprar mais ações. Por isso, o acordo desta segunda (25) é, de certa forma, surpreendente.