Spotify ganha mais usuários e alcança 182 milhões de assinantes do Premium

Spotify Premium teve um crescimento de 15% de assinantes; plataforma fechou o 1º trimestre de 2022 com 422 milhões de usuários ativos

Bruno Gall De Blasi
Por

Spotify começou o ano com um aumento de 19% na sua base de usuários. Nesta quinta-feira (27), a companhia anunciou os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2022, período que acumulou 182 milhões de assinantes do Premium. A plataforma de streaming também teve um lucro líquido de 131 milhões de euros.

Spotify anuncia resultados financeiros do primeiro trimestre de 2022 com aumento na base de usuários ativos (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)
Spotify anuncia resultados financeiros do primeiro trimestre de 2022 com aumento na base de usuários ativos (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Os resultados mostram um bom momento da plataforma. Em comunicado, a companhia apontou que quase todas as suas principais métricas foram positivas. O destaque fica pelo número de usuários ativos mensalmente (MAU, em inglês), que teve um aumento de 19% no 1º trimestre de 2022 em relação ao ano anterior.

Ao todo, a companhia registrou 422 milhões de usuários ativos. “Em março, houve uma breve interrupção do serviço que fez com que os usuários fossem desconectados involuntariamente do Spotify”, observaram. “Como resultado, acreditamos que alguns usuários afetados criaram novas contas para fazer login novamente, resultando em aproximadamente 3 milhões de MAUs adicionais no trimestre.”

A plataforma destaca que teve um desempenho superior em alguns mercados, liderado pela Indonésia, Brasil e México. Além disso, houve um crescimento “particularmente forte” entre o público da Geração Z. Este aumento foi impulsionado pelos lançamentos de recursos recentes, marketing e iniciativas de conteúdo.

Spotify Premium cresce 15% no primeiro trimestre de 2022 (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)
Spotify Premium cresce 15% no primeiro trimestre de 2022 (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Spotify Premium tem crescimento de 15% no 1º trimestre

Apesar do crescimento de usuários, como era de se esperar, nem sempre isto converte em assinaturas automaticamente. Todavia, o Spotify também registrou um aumento no Premium: segundo a companhia, no 1º trimestre de 2022, a plataforma acumulou 182 milhões de assinantes. O crescimento anual é de 15%.

Assim como aconteceu com a Netflix, o Spotify também foi impactado pela guerra na Ucrânia. Não à toa, o comunicado informa que houve uma queda de 1,5 milhão de assinantes devido ao encerramento das atividades na Rússia. De qualquer maneira, o Premium rendeu 2,37 bilhões de euros aos cofres da empresa.

O relatório financeiro ainda aponta ações que podem ajudar a aumentar a base de assinantes. É o caso da parceria firmada com a Google Play Store para deixar assinar o Spotify por fora da loja, que está prevista para ser lançada em breve. Além disso, a plataforma fechou acordos com outras empresas para expandir o acesso ao Premium.

Os anúncios também ajudaram. Nos três primeiros meses do ano, o serviço de streaming de músicas e podcasts arrecadou 282 milhões de euros com propagandas, um aumento de 31% em relação ao mesmo período de 2021. Ao todo, a companhia registrou 252 milhões de contas no plano gratuito (crescimento anual de 21%).

Lucro líquido do Spotify foi de 131 milhões de euros (Imagem: sgcdesignco/Unsplash)
Lucro líquido do Spotify foi de 131 milhões de euros (Imagem: sgcdesignco/Unsplash)

Lucro líquido cresce após trimestre no vermelho

O período também foi positivo para as contas da empresa. Depois do prejuízo de 39 milhões de euros no fim de 2021, a companhia teve um lucro líquido de 131 milhões de euros no primeiro trimestre de 2022. O valor é quase seis vezes o resultado do mesmo período do ano passado: 23 milhões de euros.

Já a receita bruta total foi de 2,66 bilhões de euros. O valor teve um crescimento de 24% em relação ao primeiro trimestre de 2021, quando a companhia registrou 2,14 bilhões de euros. Mas a empresa amargou uma queda de 1% em relação ao quarto trimestre de 2021, quando o resultado foi de 2,68 bilhões.

Para o segundo trimestre, o Spotify espera um futuro incerto. Parte da preocupação gira em torno da guerra na Ucrânia, o que resultou no encerramento das atividades na Rússia em abril. Ainda assim, a companhia pretende encerrar o período com 428 milhões de usuários ativos mensalmente, sendo 187 milhões assinantes do Premium.

Com informações: Spotify (Newsroom)

Relacionados

Relacionados