Início / Notícias / Negócios /

Elon Musk pensa em abrir o capital do Twitter após a compra

Com aquisição do Twitter, Musk deve tornar empresa privada, mas indica planos para devolvê-la à bolsa de valores em ao menos três anos

Bruno Ignacio

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

No acordo de compra do Twitter por US$ 44 bilhões, Elon Musk concordou em tornar a empresa privada. No entanto, o bilionário afirmou recentemente a potenciais investidores que poderia devolver a rede social à bolsa de valores após alguns anos. Ele também vem conversando com empresas de investimentos para tentar reduzir o montante que deverá desembolsar sozinho para pagar pela aquisição.

Elon Musk
Elon Musk (Imagem: James Duncan Davidson/ Flickr)

Musk indicou que planeja abrir o capital do Twitter em menos de três anos após a compra se concretizar, segundo fontes familiarizadas com o assunto ouvidas pelo Wall Street Journal. O acordo deve ser fechado ainda este ano, provavelmente entre setembro e outubro. No entanto, a aquisição também está sujeita à aprovação dos acionistas e reguladores da plataforma.

Musk deve “consertar” Twitter antes de abrir capital

Segundo as fontes, que não tiveram suas identidades reveladas visto que os assuntos são confidenciais, o CEO da Tesla também está conversando com empresas de “private equity”. São entidades financeiras que investem em empresas não listadas na bolsa de valores, ou seja, privadas, assim como o Twitter deve se tornar com a aquisição de Musk.

Seu objetivo aparente é tentar reduzir os US$ 21 bilhões que deve pagar na aquisição do Twitter. O restante do valor vem de empréstimos que Musk negociou com vários bancos. Ao Wall Street Journal, uma das fontes informou que uma empresa que considera participar do acordo é a Apollo Global Management.

Normalmente, essas empresas de private equity mantém companhias parceiras com companhias privadas a fim de “consertar” sua estrutura financeira. Então, elas as preparam para devolvê-las à bolsa de valores entre cinco ou mais anos.

Logotipo do Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

As novas informações indicam que Musk pretende fazer algo parecido com o Twitter. Seu plano provavelmente o ajudará a garantir a confiança de potenciais investidores. Para isso, ele indicou que deve trabalhar mais rapidamente que o comum para melhorar as operações internas da companhia e aumentar a lucratividade da rede social.

O CEO da Tesla não apresentou muitos detalhes sobre seus planos para a empresa. Seu discurso público mais recorrente diz respeito à moderação de conteúdo na plataforma, que ele pretende afrouxar em prol da “liberdade de expressão”.

Com informações: Wall Stree Journal, Reuters