Notícias Celular

Homologado no Brasil, Galaxy M13 é lançado com câmera tripla de 50 MP

Galaxy M13 dá as caras com ficha técnica intermediária; celular possui bateria de 5.000 mAh e Android 12 (One UI 4) de fábrica

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Anatel homologou o Galaxy M13 no Brasil antes mesmo da sua estreia. Agora, é hora de oficializar o celular: nesta semana, a marca revelou o seu novo smartphone com ficha técnica intermediária. Entre os destaques do lançamento, estão a câmera tripla de 50 megapixels e o Android 12 com One UI Core 4.1 de fábrica.

Galaxy M13 foi oficializado pela Samsung com câmera tripla (Imagem: Divulgação/Samsung)
Galaxy M13 foi oficializado pela Samsung com câmera tripla (Imagem: Divulgação/Samsung)

O lançamento deu as caras sem muito alarde com especificações que atraem alguns holofotes. É o caso do conjunto fotográfico triplo, liderado pela câmera de 50 megapixels. O agrupamento ainda traz dois sensores extras, sendo um 5 megapixels, para macro, e outro de 2 megapixels, para capturar a profundidade de campo.

A ficha técnica engloba uma bateria de 5.000 mAh, que tende a oferecer pelo menos um dia de duração, a depender do uso. A lista também agrega um processador octa-core de até 2 GHz e a memória RAM de 4 GB. Na hora da compra, os consumidores podem optar pelo armazenamento de 64 GB ou 128 GB.

Galaxy M13 sai da caixa com Android 12 de fábrica (Imagem: Divulgação/Samsung)
Galaxy M13 sai da caixa com Android 12 de fábrica (Imagem: Divulgação/Samsung)

Celular da Samsung possui tela com notch

O Galaxy M13 foge da tendência outros lançamentos da marca. Isto porque a tela 6,6 polegadas é marcada por um notch em forma de gota, responsável por abrigar a câmera frontal de 8 megapixels. Mas o painel possui resolução Full HD+, característica que tende a resultar na exibição de imagens com uma boa definição.

O smartphone sai da caixa com Android 12 e One UI Core 4.1. Além disso, o lançamento agrega outros recursos que merecem destaque, como o leitor de impressões digitais e a entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm). O celular possui as seguintes opções de cores: azul claro, bronze e verde escuro.

No México, o modelo com 64 GB custará 4.999 pesos mexicanos (cerca de R$ 1.210 em conversão direta)

Galaxy M13 possui leitor de digitais na lateral (Imagem: Divulgação/Samsung)
Galaxy M13 possui leitor de digitais na lateral (Imagem: Divulgação/Samsung)

Lançamento deve ser revelado no Brasil em breve

O smartphone foi oficializado em outros países, como o México. Todavia, espera-se que a Samsung revele o lançamento no Brasil em breve depois que o smartphone foi homologado pela Anatel no dia 9. O telefone deu as caras na lista de dispositivos da Agência Nacional de Telecomunicações sob o modelo SM-M135M/DS.

A documentação antecipou alguns detalhes do estreante. Entre eles, está a bateria com capacidade de 5.000 mAh. Além disso, o certificado de conformidade técnica informa que o celular será comercializado com o carregador e que possui unidades fabris nos seguintes lugares: Campinas (SP), Manaus (AM), Coreia do Sul e Vietnã.

Ainda não há previsão de lançamento do Galaxy M13 no Brasil. Mas, como o celular já passou pelo crivo da Anatel, a estreia não deve demorar muito.

Galaxy M13 – ficha técnica

Galaxy M13
Tela6,6 polegadas com resolução Full HD+ (2408 x 1080 pixels)
ProcessadorOcta-core de até 2 GHz
RAM4 GB
Armazenamento64 GB ou 128 GB (expansível via cartão microSD de até 1 TB)
Câmera traseira– principal: 50 megapixels (f/1,8) / – ultrawide: 5 megapixels (f/2,2) / – profundidade de campo: 2 megapixels (f/2,4)
Câmera frontal8 megapixels
Bateria5.000 mAh e recarga de 15 watts
Sistema operacionalAndroid 12 (One UI Core 4.1)
Conectividadeporta USB-C, entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), 4G, 3G, 2G, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac (2,4 GHz e 5 GHz) e GPS
Maisleitor de impressões digitais
Dimensões165,4 x 76,9 x 8,4 mm
Peso192 gramas
Coresazul claro, bronze e verde escuro
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque