Notícias Jogos

Valorant terá chats de voz monitorados pela Riot Games a partir de julho

Criadora do shooter tático quer "coletar evidências claras" para aplicar punições assertivas, com base nas falas de jogadores no chat de voz de Valorant

Murilo Tunholi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Valorant vai passar a punir jogadores com base em suas falas no chat de voz. A Riot Games anunciou que, a partir de julho, os comentários dos jogadores serão monitorados para “coletar evidências claras que possam comprovar quaisquer violações de políticas comportamentais”. Com isso, a empresa espera diminuir os casos de toxicidade no shooter tático.

Valorant (Imagem: Divulgação/Riot Games)
Valorant (Imagem: Divulgação/Riot Games)

Os planos de gravar chats de voz começaram em abril deste ano, quando a Riot Games atualizou os termos de privacidade de Valorant. Na época, a empresa incluiu uma cláusula no documento para permitir as gravações dentro do jogo. Vale lembrar que, para acessar o shooter, todos os usuários precisam concordar com as regras da produtora.

Em um post publicado em seu blog oficial, a companhia explicou o seguinte:

“Atualizamos nosso Aviso de Privacidade para permitir a gravação e avaliação das comunicações por voz quando uma denúncia de comportamento perturbador for enviada, começando com Valorant. Se uma violação for detectada, tomaremos medidas e removeremos os dados quando não forem mais necessários para análises”.

Riot Games.

Registros de voz vão ajudar a identificar violações

Por enquanto, os registros de voz serão usados somente para aprimorar o sistema de punições automáticas do game. Nenhuma gravação será utilizada para aplicar punições diretas. Em outras palavras, a Riot Games quer treinar sua própria inteligência artificial para identificar discursos tóxicos, no futuro. A ideia é lançar a tecnologia em versão beta até o final deste ano.

Os testes vão começar em 13 de julho, apenas na América do Norte e em chats de voz nos quais os participantes falem em inglês. Quando o sistema chegar a Valorant de forma definitiva, jogadores poderão ser banidos por toxicidade com base em suas falas no chat de voz.

Após aplicar as devidas punições, a Riot Games garante que todas as gravações serão deletadas dos servidores da empresa.

Riot quer evitar banimentos injustos em Valorant

A Riot Games diz se preocupar com a assertividade da tecnologia. Agora, os esforços da empresa estão concentrados em evitar banimentos injustos. “Esta é uma tecnologia totalmente nova e com certeza haverá dores de crescimento. Mas a promessa de um ambiente mais seguro e inclusivo para todos que escolhem jogar vale a pena”, afirmou a empresa no site oficial de Valorant.

Punições injustas em jogos online são mais comuns do que parecem. Aqui no Tecnoblog, já noticiamos o caso de um jogador de League of Legends que recuperou sua conta na Justiça brasileira, após ser banido por toxicidade, por exemplo.

Também reunimos diversos casos de pessoas que foram banidas sem motivo e recorram à Justiça para terem seus perfis reativados.

Com informações: PC Gamer, The Verge.

Murilo Tunholi

Ex-autor

Jornalista, atua como repórter de videogames e tecnologia desde 2018. Tem experiência em analisar jogos e hardware, assim como em cobrir eventos e torneios de esports. Antes do Tecnoblog, passou pela Editora Globo (TechTudo) e Mosaico (Buscapé/Zoom). É apaixonado por gastronomia, informática, música e Pokémon. Já cursou Química, mas pendurou o jaleco para realizar o sonho de trabalhar com games.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque