Notícias Negócios

Shopee cresce no Brasil e já tem 6 centros de distribuição

Novos espaços chegam para melhorar a logística da empresa no país; com a expansão, mais de 150 vagas de emprego estão disponíveis

Wagner Pedro
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Shopee está expandindo sua atuação no Brasil com cinco novos centros de distribuição. A medida tem como objetivo melhorar o processo de envio e reduzir o tempo de entrega no país, que já conta com mais de dois milhões de vendedores cadastrados. Com a abertura desses espaços, a empresa passa a oferecer mais de 150 vagas na área de logística.

App da Shopee no celular (Imagem: Divulgação)
App da Shopee no celular (Imagem: Divulgação)

Os centros de distribuição da Shopee estão localizados na região sudeste, mas especificamente em Barueri (SP), São João do Meriti (RJ), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Contagem (MG) e Santana do Parnaíba (SP). Lembrando que a companhia também dispõe de mini centros espalhados pelo país.

Esses espaços trabalham na modalidade cross-docking, onde os parceiros logísticos coletam os produtos e os envia para a unidade logística mais próxima. Dessa forma, eles são separados, organizados e distribuídos para as regiões de destino.

Por conta da expansão, mais de 150 vagas na área de logística estão disponíveis no site da empresa. A estratégia deve ajudar a Shopee a otimizar seus processos, desde a coleta até a entrega dos produtos.

Afinal, com um alto volume de vendas de itens de baixo preço, como capinhas de celular e outros acessórios, milhares de pacotes precisam ser enviados todos os dias, exigindo um sistema de distribuição consideravelmente maior.

Cresce o número de parceiros logísticos

A Shopee também vem investindo em entregas. Além dos Correios, a plataforma já fechou parceria com mais de 10 empresas de logística para atender melhor os clientes em todas as cidades do país.

O crescimento da Shopee tem sido notório desde sua chegada ao Brasil em 2019, atraindo diversos usuários e vendedores. A prova disso é que, em abril deste ano, o aplicativo da companhia ultrapassou o iFood, tornando-se o app de compras mobile mais usado pelos brasileiros.

Com informações: Reuters.

Wagner Pedro

Autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque