Notícias Computador

Orange Pi 5 traz chip octa-core e até 32 GB de RAM para encarar Raspberry Pi

Orange Pi 5 conta ainda com 32 GB de armazenamento e é preparado para rodar Android 12 ou Linux (Debian 11)

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Uma plaquinha capaz de rodar Android e Linux. Mas, não. Não estamos falando de um novo modelo Raspberry Pi. A novidade da vez é o Orange Pi 5. Com chip octa-core e até 32 GB de RAM, o dispositivo foi anunciado recentemente. O plano, ao que tudo indica, é disputar espaço com o Raspberry Pi 4 Model B.

Orange Pi 5 (imagem: reprodução/Orangi Pi)
Orange Pi 5 (imagem: reprodução/Orangi Pi)

Para ser exato, o chip do Orange Pi 5 é o Rockchip RK3588S, que tem quatro núcleos Arm Cortex-A76 de 2,4 GHz (desempenho) e quatro Cortex-A55 de 1,8 GHz (eficiência energética).

As características do chip são complementadas com uma GPU Mali-G610 MP4 e uma unidade de processamento neural (NPU, na sigla em inglês) para tarefas de inteligência artificial.

A quantidade de memória RAM varia entre 4 e 32 GB de LPDDR4/4x. Já o armazenamento é garantido com um módulo eMMC de 32 GB e um slot para cartão microSD.

É um bom conjunto de hardware. Para completar, a conectividade também é interessante. O Orange Pi 5 traz Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.0, além de portas HDMI 2.1, Gigabit Ethernet, USB-C e USB-A (convencionais), por exemplo.

Tudo isso e mais um pouco em uma placa que mede 100 x 62 mm.

Briga boa com o Raspberry Pi 4?

De modo geral, podemos esperar que o Orange Pi 5 tenha um desempenho equivalente ao de um smartphone intermediário. Não por acaso, o dispositivo tem suporte oficial ao Android 12 e ao Debian 11 (mas não deve ser difícil instalar outras distribuições Linux na novidade).

A julgar pelas especificações, o Orange Pi 5 surge para fazer frente ao Raspberry Pi 4 Model B, embora o Orange Pi 4 tenha surgido muito antes com essa finalidade.

Não seria um movimento inédito, de todo modo. Em junho, a Orange Pi anunciou um dispositivo que, claramente, veio para disputar mercado com o “teclado/computador” Raspberry Pi 400. Falo do Orange Pi 800.

Vejo com bons olhos esse tipo de disputa, afinal, esse é um segmento que não tem muitos competidores. E, cá entre nós, me divirto com o fato de ambas as organizações terem nomes baseados em frutas.

Sobre o Orange Pi 5, falta falarmos de preços. O problema é que as vendas do dispositivo ainda não começaram. Os valores a serem cobrados ainda são desconhecidos, consequentemente. Eu apostaria em preços competitivos, mas, por causa do hardware, superiores aos US$ 35 iniciais cobrados pelo Raspberry Pi 4.

Como previsão de lançamento, a Orange Pi informou apenas “em breve”.

Orange Pi 5 (imagem: reprodução/Orangi Pi)
Orange Pi 5 (imagem: reprodução/Orangi Pi)

Orange Pi 5 — ficha técnica

  • Chip: octa-core Rockchip RK3588S com GPU Mali-G610 MP4
  • RAM: 4, 8, 16 ou 32 GB de LPDDR4/4x
  • Armazenamento: eMMC de 32 GB, suporte a microSD
  • Conectividade: USB-A 3.0 (1), USB-A 2.0 (2), USB-C 3.1 (1) com DisplayPort 1.4, HDMI 2.1 (1), Gigabit Ethernet (1), Blutooth 5.0, Wi-Fi 6, conexão de 3,5 mm para fones
  • Sistema operacional: Android 12 ou Debian 11
  • Outros: 26 pinos de expansão (incluindo 15 pinos GPIO), botão de reset, LEDs de status e alimentação, três pinos UART para debugging, interface MIPI para câmera
  • Dimensões: 100 x 62 mm
  • Peso: 46 g

Com informações: CNX Software.

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque