Notícias Computador

Dell XPS 13 Plus é o 1º notebook certificado para rodar o Ubuntu 22.04 LTS

Certificado emitido pela Canonical assegura que Dell XPS 13 Plus Developer Edition rodará bem o Ubuntu 22.04 LTS

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Um dos notebooks mais sofisticados da Dell tem uma versão para desenvolvedores a caminho. Falo do XPS 13 Plus Developer Edition. É por causa do foco nesse público que o modelo se tornou o primeiro laptop a receber uma certificação para rodar o Ubuntu 22.04 LTS. Legal! Mas o que é isso?

Dell XPS 13 Plus com Ubuntu Linux (imagem: divulgação/Canonical)
Dell XPS 13 Plus com Ubuntu Linux (imagem: divulgação/Canonical)

Ubuntu tem um programa de certificação

Se você der uma boa olhada no site da Dell (e no de outras fabricantes), verá que boa parte dos computadores da marca podem sair de fábrica com o Ubuntu Linux como sistema operacional. Além disso, essa distribuição pode ser instalada em praticamente qualquer PC atual.

Uma certificação específica para o Ubuntu parece não fazer sentido, portanto. Mas faz. A própria Canonical, empresa que está por trás da distribuição, explica o motivo:

O programa de certificação do Ubuntu assegura que todos os componentes de um computador certificado funcionem como o esperado, de modo que o usuário possa ter certeza de ter a melhor experiência ao tirar o produto da caixa.

A companhia também explica que mantém um laboratório de certificação que testa centenas de dispositivos certificados todos os dias. O objetivo é garantir que esses equipamentos funcionem a contento durante todo o seu ciclo de vida.

Neste ponto, você já deve ter entendido. O certificado atesta que o XPS 13 Plus funciona bem com o Ubuntu 22.04 LTS. O documento vale até para máquinas que saem de fábrica com o Windows, mas têm a distribuição instalada depois.

O usuário não deve se deparar com instabilidades de desempenho ou falhas de drivers, por exemplo, a não ser que esses problemas sejam causados por fatores externos, como um software que interfere nas configurações do sistema.

Vale destacar que o Ubuntu 22.04 LTS é a versão mais recente da distribuição. Os seus principais atributos incluem o ambiente de desktop Gnome 42, o uso do Wayland como servidor gráfico padrão e suporte garantido até 2027 (daí a sigla LTS, de Long Term Support, no nome).

Dell XPS 13 Plus com Ubuntu Linux (imagem: divulgação/Canonical)
Dell XPS 13 Plus com Ubuntu Linux (imagem: divulgação/Canonical)

O Dell XPS 13 Plus Developer Edition

Dá para resumir o XPS 13 Plus em uma palavra: maquinão! Começa pelo design, que é minimalista e moderno ao mesmo tempo. Depois vem a tela. A versão Plus tem um painel de 13,4 polegadas que pode ter resolução full HD ou 4K, além de tecnologia OLED.

O notebook pode ser equipado ainda com chip Intel Core i5 ou Core i7 de 12ª geração, de 8 a 32 GB de memória LPDDR5, além de SSD NVMe com 512 GB, 1 TB ou 2 TB de capacidade.

A versão para desenvolvedores não traz nenhum recurso de hardware adicional em relação ao restante da linha. A denominação Developer Edition é um tanto “marketeira”, mas também serve para destacar que o notebook trabalha bem com tarefas de desenvolvimento.

Aliás, esse é um nicho que vem ganhando cada vez mais atenção de fabricantes de PCs. A HP, por exemplo, anunciou um notebook com Linux e Ryzen 7 Pro específico para desenvolvedores em junho.

As vendas do Dell XPS 13 Plus Developer Edition começam em agosto. Nos Estados Unidos, os preços do laptop devem partir de US$ 1.389. Até o momento, não há previsão de lançamento no Brasil.

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado Infowester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque