Agora sim, a Oppo está chegando ao Brasil

Marca chinesa Oppo confirma início da operação brasileira e já tem duas baterias e três smartphones homologados na Anatel

Giovanni Santa Rosa
Por

A marca chinesa de smartphones Oppo confirmou nesta sexta-feira (22) o início de sua operação no Brasil. A notícia parece inesperada, mas a companhia já vem trabalhando nos bastidores há algum tempo. Três aparelhos, inclusive, já passaram pelo processo de homologação na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel): o Reno7, o A57 e o A77.

Oppo Reno7
Oppo Reno7, um dos aparelhos homologados no Brasil (Imagem: Reprodução / Oppo)

O Tecnoblog teve acesso à documentação dos celulares Oppo na Anatel. Dois certificados de homologação para smartphones foram expedidos na última terça-feira (19).

Um é para o modelo CPH2363, comercialmente conhecido como Reno7, e outro, para os modelos CPH2385 e CPH2387, chamados de A77 e A57.

E essas não foram as primeiras homologações de produtos Oppo no Brasil.

No dia 6 de julho, a Anatel homologou a bateria modelo BLP907. Com 4.500 mAh de capacidade, ela deve equipar o Reno7.

Dias depois, em 11 de julho, foi a vez de a bateria BLP923 ganhar a certificação. Ela tem 4.880 mAh — isso é um pouco menos do anunciado para o A57 e o A77, que têm 5.000 mAh.

Na documentação obtida pela reportagem, há inclusive fotos dos aparelhos já com o selo da Anatel.

Oppo A77 nos documentos da homologação
Oppo A77 nos documentos da homologação (Imagem: Reprodução / Anatel)
Oppo Reno7 na homologação
Oppo Reno7 na homologação (Imagem: Reprodução / Anatel)

Os processos de teste e certificação das baterias foram realizados pela Fundação CPQD, em Campinas/SP. Quem solicitou o serviço, de acordo com a documentação, foi um microempresário individual, com endereço de São Paulo/SP.

Oppo deve estrear com smartphone intermediário

As notícias da chegada da Oppo no Brasil surgiram nesta sexta-feira (22), a partir de uma reportagem do jornal Valor Econômico.

Segundo a publicação, os aparelhos serão importados da China inicialmente — ainda não se sabe se há planos para produção local, nem qual o investimento na operação.

A marca deve estrear aqui com um aparelho intermediário acessível com 4G. A companhia não diz qual, nem quando, provavelmente será o A57 ou o A77.

Em 2018, circularam rumores de que a Oppo chegaria por aqui com uma loja no Paraguai voltada ao público brasileiro. A matriz negou, e as informações não se concretizaram.

Colaborou: Everton Favretto.

Relacionados

Relacionados