Notícias Jogos

Sony processa empresa por falsificar controles do PlayStation

Dona da marca PlayStation alega prática de contrafação e concorrência desleal, pois considera os controles cópias idênticas do DualShock

Ricardo Syozi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Em 23 de junho, a Sony do Brasil entrou com um processo contra uma companhia chamada Crifeir. O motivo da acusação é a falsificação de controles DualShock, marca dos consoles PlayStation. Dessa forma, o caso de número 1055390-60.2022.8.26.0100 encontra-se em tramitação prioritária na 2ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem. O valor da ação é de R$ 120.000,00.

PS4 (ao fundo) e controle DualShock 4 (Imagem: Mélanie THESE/Unsplash)
PS4 (ao fundo) e controle DualShock 4 (Imagem: Mélanie THESE/Unsplash)

De acordo com o processo publicado no portal de serviços e-SAJ, a acusação foi feita tanto pela Sony Interactive Entertainment quanto pela Sony Interactive Entertainment do Brasil Comércio e Serviços de Marketing LTDA.

A denúncia contra a Crifeir Comércio de Artigos de Presentes LTDA EPP aponta que a empresa importa e comercializa produtos que copiam “na íntegra, o conjunto-imagem (trade-dress) dos famosos controles de videogame das autoras, reproduzindo também as marcas registradas DUALSHOCK e a sequência de símbolos quadrado, xis, círculo e triângulo”.

Além disso, a queixa foi agravada a partir do momento em que as autoridades alfandegárias apreenderam um carregamento de 58 mil controles falsificados pela Crifeir.

Por fim, a Sony exige que a companhia interrompa imediatamente os atos e a concorrência desleal e parasitária, parando de reproduzir ou imitar as marcas registradas do DualShock. A empresa permite que os modelos sejam totalmente alterados para se afastarem completamente da identidade visual dos controles PlayStation. A pena é uma multa diária de R$ 20 mil para cada ato de descumprimento.

Há muitas semelhanças com o DualShock (Imagem: Reprodução / Amazon)
Há muitas semelhanças com o DualShock (Imagem: Reprodução / Amazon)

Pirataria é algo comum nos games

Falsificações de periféricos fazem parte do extenso e complicado mar que dá espaço para a pirataria. No entanto, os preços convidativos e a fácil disponibilidade acabam atraindo o público. Por exemplo, enquanto um controle DualShock 4 de PS4 custa em torno de R$ 300, uma versão “genérica” pode ser encontrada pela internet por menos da metade desse preço.

Os usuários sabem que a qualidade não é nem de longe do mesmo nível, mas entendem que o valor baixo compensa esse fator. Sendo assim, se torna difícil convencer as pessoas de que pirataria é um problema.

A pirataria é algo tão enraizado na cultura dos games, seja em formas físicas ou digitais, que se tornou normalizada. Por esse motivo, companhias como a Crifeir fazem uso disso para garantir suas vendas.

É verdade que é fácil apontar a fragilidade do controle, esse “investimento” vai acabar dando dor de cabeça, pois vai quebrar cedo, obrigando a pessoa a adquirir outro.

Ricardo Syozi

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque