Muito Black Mirror? Xiaomi apresenta CyberOne, robô que detecta emoções

Robô humanoide da chinesa tem sistema de reconhecimento 3D e pode até mesmo consolar o proprietário ao identificar uma emoção de tristeza

Wagner Pedro
Por

A Xiaomi está expandindo sua atuação no mercado de robótica. Após apresentar o CyberDog em 2021, a fabricante chinesa anunciou seu primeiro robô humanoide: trata-se do CyberOne. Esse modelo, com 1,77 metros de altura, tem um algoritmo de inteligência artificial sofisticado, pode movimentar 21 articulações e até detectar emoções humanas, sendo essa uma das maiores novidades de todo o setor.

CyberOne (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
CyberOne (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Pesando 52 kg, o CyberOne, apelidado de “Metal Bro”, tem uma espécie de “rosto” feito de um painel OLED curvo e pode ver o mundo em 3D, com dois microfones auxiliando na audição.

Segundo a Xiaomi, o robô tem uma velocidade de resposta em tempo real de 0,5 ms, além de braços e pernas com motores potentes, sendo capaz de oferecer um torque de até 30 newton-metro (Nm), mesmo pesando 500 gramas. A empresa ainda afirma que “o motor da articulação do quadril é igualmente capaz de um pico de torque instantâneo de até 300 Nm”.

O CyberOne também oferece um sistema de balanceamento de movimento bipedal controlado por algoritmo. Isso permite que ele segure mercadorias com peso de até 1,5 kg em uma mão e continue andando sem perder o equilíbrio.

CyberOne (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
CyberOne (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

A fabricante chinesa afirma que esse modelo pode detectar 45 tipos de emoções humanas e distinguir 85 tipos de sons ambientais. O mais curioso é que, ao identificar uma emoção de tristeza, por exemplo, o robô consegue até mesmo confortar o proprietário.

Lei Jun, CEO da Xiaomi, expressou sua confiança no CyberOne dizendo:

Com a IA em seu núcleo e uma estrutura humanoide em tamanho real, esta é uma exploração das possibilidades do futuro ecossistema tecnológico da Xiaomi e um novo avanço para a empresa.

Ainda não há informações sobre preço ou quando o novo robô será comercializado, mas quando isso acontecer, estima-se que os interessados terão que desembolsar entre US$ 89 mil e US$ 104 mil para levá-lo para casa.

Com informações: GizMoChina e Neowin.