Microsoft testa suporte a teclado e mouse no Xbox Cloud Gaming

Ícone e nomenclatura já podem ser encontrados para quem faz parte do programa de testes da plataforma, porém ainda não estão utilizáveis

Ricardo Syozi
Por

O Xbox Cloud Gaming permite uma jogatina de praticamente qualquer lugar, basta um dispositivo com uma conexão competente de internet. Essa conveniência empolga, mas até agora está deixando a desejar para quem se considera mais para o lado do “PC gamer”. A boa notícia é que isso está perto de mudar, pois a Microsoft começou a realizar testes para suportar o uso de teclado e mouse em alguns jogos do serviço.

Xbox Cloud Gaming (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Xbox Cloud Gaming (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Após muitos pedidos por grande parte dos usuários do serviço de jogos em nuvem, parece que a Microsoft está finalmente perto de adicionar mais uma alternativa de controles.

Os participantes do Windows Gaming Insider, programa de testes da empresa, notaram que o aplicativo do Xbox para Windows 10 e 11 recebeu uma atualização recente. Assim, a interface do Xbox Cloud Gaming mudou levemente. No entanto, o principal destaque veio na adição de opções de teclado e mouse para alguns títulos. Além disso, também se tornou possível filtrar por jogos que trazem esse estilo de jogabilidade.

O recurso precisa ser testado e adaptado antes de ser liberado ao público, considerando que o Xbox Cloud Gaming usa consoles físicos para transmitir as gameplays. Portanto, apesar da novidade aparecer para alguns insiders, neste momento só é possível jogar com controles ou a tela de toque.

Mouse e teclado já aparecem como opções (Imagem: Reprodução / Windows Central)
Mouse e teclado já aparecem no app (Imagem: Reprodução / Windows Central)

Xbox Cloud Gaming pode ganhar dispositivo próprio

Lançado em agosto de 2021 no formato beta, o serviço de jogos em nuvem da Microsoft permite uma jogatina sem exigir máquinas potentes. É verdade que ainda pede por uma velocidade satisfatória de internet, além de não estar totalmente estável, mas já agrada muitos usuários.

Uma das novidades que pode chegar no futuro é a de um dispositivo mais barato que se conectaria à televisão pela entrada HDMI do aparelho. O projeto tem o codinome de “Keystone” e seria um dispositivo de streaming para os games.

Por outro lado, não podemos ignorar que até hoje os brasileiros não receberam oficialmente o Google Stadia e nem o Amazon Luna. Ambos prometem jogatina em nuvem através de periféricos mais simples.

Fica a dúvida se a Microsoft vai garantir o item por aqui em seu lançamento.

Com informações: Windows Central.