Notícias Computador

InfinityBook Pro 14 é um notebook Linux ultrafino com bateria enorme

Com bateria de 99 Wh e 16 mm de espessura, laptop da Tuxedo Computers supera concorrentes e se aproxima de notebooks gamers

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Notebooks ultrafinos são ótimos para quem viaja muito, ou mesmo para quem precisa levar seu próprio equipamento para o escritório. Por outro lado, eles não costumam ter baterias muito boas. O InfinityBook Pro 14, da Tuxedo Computers, conseguiu unir o melhor de dois mundos, aparentemente: com apenas 16 mm de espessura, ele tem uma bateria de 99 Wh de capacidade.

InfinityBook Pro 14
InfinityBook Pro 14 (Imagem: Reprodução / Tuxedo Computers)

Como explica o Ars Technica, tem um truque para conseguir uma bateria com tanta capacidade. Ela é de polímero de lítio (LiPo), o que é mais comum em smartphones. Essas baterias são menores e mais estáveis.

Laptops, por outro lado, costumam usar baterias de íon-lítio (Li-Ion), que tendem a ter mais capacidade e uma velocidade de autodescarga menor.

O resultado é uma capacidade muito maior que a de outros notebooks finos. O Lenovo ThinkPad X1 Yoga e o Acer Swift 5, por exemplo, têm praticamente a mesma espessura, mas suas baterias são de 57 e 56 Wh, respectivamente.

Notebook tem apenas 16 mm de espessura
Notebook tem apenas 16 mm de espessura (Imagem: Reprodução / Tuxedo Computers)

Na outra ponta, você só encontra baterias tão grandes em laptops gamers, como o Alienware m17 R5. Com uma bateria de 97 Wh, ele pesa 3,3 kg e tem 26,6 mm de espessura. Além de fino, o InfinityBook Pro 14 é leve, com 1,3 kg.

A Tuxedo Computers promete que seu notebook aguenta cerca de 10 horas de trabalho de escritório e navegação na internet via Wi-Fi, ou 16 horas em modo de espera.

InfinityBook Pro 14 tem Intel Core i7 e tela 3K

Agora que sabemos bem como é a bateria desse notebook, vamos ver o resto, né?

O InfinityBook Pro 14 roda Linux. Por padrão, ele vem com o Tuxedo OS instalado, distribuição da própria empresa baseada no Ubuntu com ambiente gráfico KDE Plasma.

Também existe a opção de trocar o sistema por Ubuntu, Kubuntu ou Ubuntu Budgie, ou ainda optar por Windows 11 Home ou Pro (neste caso, pagando a mais por isso).

Comprador pode optar por bateria de 99 Wh ou armazenamento de até 4 TB
Comprador pode optar por bateria de 99 Wh ou armazenamento de até 4 TB (Imagem: Reprodução / Tuxedo Computers)

Em hardware, a tela 3K Omnia chama a atenção. Ela tem resolução de 2880×1800 pixels, com proporção 16:10, taxa de atualização de 90 Hz e 400 nits de brilho.

O processador é um Intel Core i7 de 12º geração, o 12700H. Ele tem oito núcleos de eficiência e seis de desempenho, 20 threads e chega a 4,7 GHz. A placa gráfica é uma Nvidia RTX 3050 TI Max-Q, com 4 GB de RAM dedicada.

O modelo básico tem 8 GB de RAM e SSD de 250 GB, mas é possível optar por até 64 GB de RAM e até 2 TB de armazenamento.

Para quem não liga tanto para a autonomia, há ainda uma versão com dois slots para SSD e capacidade para até 4 TB. Neste caso, a bateria é de 55 Wh.

O InfinityBook Pro custa a partir de 1.587 euros (cerca de R$ 8,1 mil), na versão armazenamento, e 1.629 euros (cerca de R$ 8,3 mil), na versão bateria.

Com informações: Ars Technica, It’s Foss.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque