Jogo exclusivo do Kojima para o Stadia nunca vai ver a luz do dia

Parece que Hideo Kojima se juntou a empresas como Harmonix e Supermassive Games na lista de cancelamentos do Stadia

Ricardo Syozi
Por

Com o fim do Stadia oficializado pelo Google, informações e rumores estão surgindo ao redor da plataforma de streaming. O mais recente coloca ninguém menos do que Hideo Kojima, nome forte da indústria de jogos, com um título cancelado para o serviço de cloud gaming. O motivo: aparentemente, a obra seria uma experiência totalmente single player.

Hideo Kojima
Hideo Kojima (Imagem: Reprodução / Twitter)

Após o lançamento de Death Stranding em 2019 (tem review no Tecnoblog), Kojima já estava planejando o próximo título para o seu currículo. Segundo o 9to5Google, o game estava sendo trabalhado como um exclusivo do Stadia, algo que poderia ajudar a plataforma a decolar.

No entanto, o jogo teria sido cancelado pela empresa por ter como o foco uma jogatina single player. Essa modalidade aparentemente era vista pelo Google como algo que os jogadores já não tinham mais interesse, ou seja, que o mercado acabaria ignorando.

As fontes afirmaram que a obra havia recebido o sinal verde e estava nos processos iniciais de desenvolvimento. Porém, na metade de 2020, a companhia decidiu cancelar o projeto por completo.

Até agora, Hideo Kojima não lançou nenhum outro game depois de Death Stranding, mas ele anunciou que está trabalhando em um título exclusivo para o Xbox, em uma parceria com a Microsoft.

Quanto ao Stadia… bom, o Google vai encerrar o serviço e reembolsar quem comprou hardware e seu conteúdo digital.

Outros projetos também receberam o machado

Infelizmente, não foi apenas Hideo Kojima que teve algum jogo cancelado pela plataforma. A Harmonix, desenvolvedora de Rock Band, assinou um contrato com o Stadia em 2020 para trabalhar em projetos exclusivos para o serviço de cloud gaming.

Contudo, nada foi lançado até hoje, o que podemos deduzir que com o encerramento da marca, dificilmente veremos algum fruto dessa parceria.

Nomes como Yu Suzuki, da franquia Shenmue, e Supermassive Games, de Until Dawn, também estavam confirmados em empreitadas para o Google.

Assim como Kojima e a Harmonix, eles fariam parte de lançamentos second-party da companhia, ao lado da principal publicadora de títulos exclusivos do sistema: a Stadia Games & Entertainment.

No fim, a plataforma não conseguiu se manter no mercado, garantindo um prejuízo difícil de imaginar para o Google. Os jogos cancelados são apenas uma parte da decepção, que inclui promessas não cumpridas e uma concorrência com produtos melhores.

Relacionados

Relacionados