Pixel Watch finalmente mostra as ideias do Google para smartwatches

Primeiro smartwatch do Google, Pixel Watch tem design redondo com pulseiras variadas, muita RAM e conexão com Fitbit

Giovanni Santa Rosa
Por

A espera terminou. O Google apresentou nesta quinta-feira (6) o Pixel Watch, seu primeiro relógio inteligente. Não chega a ser uma surpresa — o smartwatch foi confirmado há meses, durante a Google I/O — mas agora finalmente sabemos o que a empresa estava imaginando este tempo todo. Design arredondado, tela AMOLED e 32 GB de armazenamento estão entre os atributos.

Pixel Watch
Pixel Watch (imagem: divulgação/Google)

O Pixel Watch tem suporte a vários apps do Google, é claro, como o Assistente, o Home e a Carteira — ou seja, dá para usar o smartwatch para pagamentos por aproximação.

Além disso, ele aposta em muita memória para rodar os vários recursos do aparelho. No design, linhas fluidas e redondas para se diferenciar do aspecto quadrado da concorrência.

Design colorido e pulseiras próprias

O mostrador do Pixel Watch é redondo — um contraste com as linhas quadradas do Apple Watch. Ele conta com uma coroa giratória na direita e um botão logo acima, que serve para ativar os aplicativos abertos recentemente.

O relógio tem pulseiras com um encaixe magnético que é complementado com um movimento circular. Isso torna a fixação mais fácil e segura. Trata-se de um mecanismo inspirado na forma como lentes são fixadas em câmeras.

Há 20 opções de pulseiras, incluindo modelos feitos tecidos, couro e, em breve, metal. A carcaça, de aço inoxidável, tem três opções de cores: preto, prata e dourado.

O Pixel Watch vem em preto, prata ou dourado (imagem: reprodução/Google)
O Pixel Watch vem em preto, prata ou dourado (imagem: reprodução/Google)

As demais características incluem diâmetro de 41 mm, 12,3 mm de espessura e peso de 36 g. Além disso, o smartwatch tem resistência a água de 5 ATM, ou seja, pode suportar profundidade de até 50 metros.

Já a tela é um painel AMOLED com 320 ppi, brilho de até 1.000 nits e tecnologia Gorilla Glass 5 que garante alguma proteção contra arranhões. Outro detalhe interessante é que o vidro tem uma superfície curvada, que cobre parte das laterais, o que dá ao relógio um ar de sofisticação.

Processador antigo, mas muita memória

Ele também é bastante integrado com o ecossistema do Fitbit, adquirido pelo Google em 2019. O relógio conta com sensor de saturação de oxigênio e de frequência cardíaca.

Com o hardware que tem, o Pixel Watch oferece monitoramento contínuo de batimentos cardíacos, acompanhamento do sono e estatísticas para metas de exercícios físicos, por exemplo.

O processador é o Samsung Exynos 9110, feito com litografia de 10 nm. O Pixel Watch também conta com 32 GB de armazenamento interno e 2 GB de RAM, superando os 1,5 GB do Galaxy Watch 4, da Samsung.

O Google diz que o relógio tem bateria suficiente para um dia com uma única carga. O componente vem com capacidade de 294 mAh e carregamento por USB-C. Com 30 minutos de tomada, é possível fazer a carga chegar a cerca de 50%.

Pixel Watch (imagem: reprodução/Google)
Pixel Watch (imagem: reprodução/Google)

A conectividade inclui 4G, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11n, NFC e GPS. Não há compatibilidade com 5G.

Google Wear OS 3.5

Nem preciso dizer que o Pixel Watch roda o Wear OS 3 do Google, né? Mais precisamente, o Wear OS 3.5.

O relógio, porém, traz algumas diferenças em relação ao que conhecemos do sistema na linha Galaxy Watch, em aspectos como a navegação por gestos.

Neste lançamento, há 19 mostradores disponíveis. Todos podem ser personalizados — é possível mudar a combinação de cores da interface, por exemplo. Fotos próprias também podem ser definidas como mostradores graças à integração com o Google Fotos.

Ressaltando, também há integração com o Google Assistente e o Google Home, inclusive para comandos de voz que podem ser usados, por exemplo, para apagar as luzes.

Em 2023, o relógio será capaz de detectar quedas e, se o usuário não responder, acionar o socorro automaticamente.

O smartwatch tem compatibilidade com os smartphones Pixel — incluindo a recém-lançada linha Google Pixel 7 —, bem como com celulares com Android 8 ou superior.

YouTube video

Preço e disponibilidade

Nos Estados Unidos, o Pixel Watch já está em pré-venda. Os preços oficiais são estes:

  • Pixel Watch com Wi-Fi: US$ 349,99
  • Pixel Watch com Wi-Fi e LTE: US$ 399,99

A compra do relógio dá direito a três meses gratuitos de YouTube Music Premium e seis meses de Fitbit Premium.

Quanto ao Brasil, nenhuma previsão. O Google traz poucos produtos oficialmente para o país, e não esperamos que o Pixel Watch seja lançado por aqui.

Pulseiras do Pixel Watch (imagem: reprodução/Google)
Pulseiras do Pixel Watch (imagem: reprodução/Google)

Google Pixel Watch — ficha técnica

  • Tela: AMOLED, 320 ppi, DCI-P3, 1.000 nits, Gorilla Glass 5
  • Processador: Samsung Exynos 9110
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB de eMMC
  • Bateria: 294 mAh, 80 minutos de tomada para recarga completa
  • Conectividade: 4G, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11n, NFC, GPS, Glonass, BeiDou, Galileo:
  • Sensores: giroscópio, acelerômetro, luminosidade, bússola, batimentos cardíacos, oxigênio no sangue
  • Sistema operacional: Google WearOS 3.5 integrado com Fitbit
  • Corpo: 80% de aço inoxidável reciclado, diâmetro de 41 mm, espessura de 12,3 mm, peso de 36 g, cores preta, prata ou dourada

Relacionados

Relacionados