Você vai precisar pagar para usar as cores Pantone no Adobe

Sistema de cores da empresa americana será um plug-in pago nos programas da Adobe; assinatura terá planos mensais e anuais

Felipe Freitas
Por

A Pantone deu o primeiro passo no plano de lançar seu sistema de cores como um plug-in nos programas Adobe. Nos últimos dias, usuários do Photoshop, Ilustrator e InDesign estão relatando que o acesso às cores da Pantone foi removido, inclusive para arquivos antigos.

Adobe Photoshop (Imagem: Szabo Viktor/ Unsplash)
Adobe Photoshop (Imagem: Szabo Viktor/ Unsplash)

O fim da parceria entre a Adobe e a Pantone era esperado para março, mas o término foi adiado algumas vezes — e parece que finalmente chegou. Agora, a Pantone dará início ao seu serviço de assinatura do sistema de cores, oferecendo o plano anual por R$ 450,99 (com desconto de 51% no lançamento) e R$ 75,99 na assinatura mensal

Por que a Pantone está cobrando pelas cores?

O sistema de cores da empresa, batizado de Pantone Color Matching System (conhecido como PMS), é patenteado desde a década de 60 — basicamente o produto nasceu com a empresa. Por isso, para usar o catálogo de cores da Pantone é preciso comprar pela licença. 

Mesmo que no fundo as cores sejam apenas códigos, o PMS se tornou o programa padrão de cores na indústria — principalmente para trabalhos de impressão. Por isso, um designer brasileiro produzindo uma arte para uma empresa no Quirguistão pode usar o PMS. Mesmo com 14 mil km de distância, a impressão será feita com a cor exata que ele imaginou — isso, claro, se a gráfica quirguiz onde a arte será impressa usar o sistema de cores Pantone.

E, como fica claro pelo exemplo acima e pela disputa entre Google e Amazon, quando você domina o mercado, você tem a vantagem de operar do jeito que quiser. A Pantone optou por entrar no popular mundo de assinaturas, abandonando o “arcaico” método de receber vender a licença do PMS diretamente para Adobe. Além disso, a dona do sistema revelou que a biblioteca de cores nos softwares da antiga parceira não era atualizada desde 2010.

Assinaturas do sistema de cores da Pantone

Agora, os profissionais que precisam utilizar o PMS em seus programas Adobe terão que assinar o plug-in do sistema de cores. O novo produto da Pantone é compatível com o Photoshop (versão 20.0 ou superior), Illustrator (23.0 ou superior) e InDesign (14.0 ou superior). Contudo, a empresa ainda não é dona das cores. Olhar continua de graça.

Com informações: The Verge e Pantone

Relacionados

Relacionados