Shein quer aumentar a confiança dos consumidores com loja pop-up em São Paulo

Loja temporária ficará em São Paulo por cinco dias; foco é mostrar a qualidade das peças e permitir que usuários experimentem antes de comprar

Ricardo Syozi
Por

Pela primeira vez no Brasil, a Shein está trazendo uma loja temporária para oferecer alguns de seus produtos para os consumidores. Localizada no shopping Vila Olímpia em São Paulo, o local ficará aberto apenas entre os dias 12 e 16 de novembro. Dessa forma, os clientes poderão conferir as peças de roupas para provar a qualidade antes de fechar a compra.

Loja da Shein (Imagem: Divulgação / Shein)
Loja da Shein (Imagem: Divulgação / Shein)

Para muitos que ainda têm o pé atrás ao adquirir suas roupas pelo aplicativo ou site da Shein, a novidade pode ser uma oportunidade interessante. Ou seja, se você desconfia do estado ou do nível de cada peça ao adquirir pela internet, visitar uma loja física acaba sendo um caminho válido para se tranquilizar.

Os interessados poderão conhecer o local durante os cinco dias para comprovar a qualidade dos itens. Boa parte do catálogo recente da empresa marcará presença, então aquela história de que “algo na rede é diferente da vida real” poderá ser contestada por qualquer um.

Segundo a Shein, a loja pop-up terá 265 m² e vai oferecer ambientes diferentes para os visitantes. Vale destacar que todos terão 15% de desconto para compras de produtos na loja temporária. A marca afirmou que aceitará pagamentos via cartão de crédito ou débito, mas nada de Pix.

Além disso, a startup vai entregar um brinde para quem postar uma foto com a hashtag #SHEINSP e marcar o perfil oficial da companhia (@sheinbrasil_) no Instagram.

Por fim, a loja temporária terá o horário de funcionamento de segunda à sábado das 10h às 21h30 e no domingo das 14h às 20h. Ainda não há informações sobre a estreia da loja em outras regiões.

Loja temporária Shein
A startup promete muita variedade no local (Imagem: Divulgação / Shein)

A startup vem caindo na graça dos brasileiros há bastante tempo. Com diversas peças lançadas diariamente e preços mais baixos do que muitas de suas concorrentes, a companhia chama a atenção pela variedade. Há roupas e acessórios para todos os gostos.

Outro fator que satisfaz os clientes é a experiência. Segundo o especial do Tecnoblog, tanto aplicativo quanto site são bastante intuitivos, facilitando o uso diário. Ademais, o recebimento dos produtos também agrada os consumidores, que não fazem grandes reclamações nesse quesito.

Por outro lado, toda essa facilidade pode desencadear um consumo desenfreado por parte dos usuários. Passar valores altos nas parcelas do cartão de crédito, por exemplo, pode criar uma bola de neve insustentável. Nesse caso, cabe à pessoa compreender seus limites antes de visitar a loja física temporária da Shein.

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados