Mesmo fechado há anos, site de pirataria tem domínio vendido por US$ 102 mil

Putlocker permitia compartilhamento de arquivos nos moldes do MegaUpload; serviço fechou em 2014, mas site é visitado até hoje

Emerson Alecrim
Por

Você se lembra do Putlocker? Para muita gente, a resposta é sim. Esse é o nome de um site que, por muitos anos, foi referência para quem baixava filmes ilegalmente. Oito anos depois do seu fechamento, o Putlocker continua popular. Tanto que o seu domínio .com acabou de ser vendido por mais de US$ 100 mil.

Putlocker.com em 2011 (imagem: reprodução/Wayback Machine)
Putlocker.com em 2011 (imagem: reprodução/Wayback Machine)

Era como o MegaUpload

O Putlocker não era um site de torrents ou algo parecido, mas um serviço de compartilhamento de arquivos semelhante ao finado MegaUpload. Como este último, o Putlocker era muito utilizado para distribuição de cópias piratas de filme, séries e programas de TV.

Essa característica fez o site entrar para a lista de serviços pirata da turma de Hollywood. Depois disso, o Putlocker ficou no radar de autoridades dos Estados Unidos e do Reino Unido.

No início da década anterior, autoridades e associações como a Motion Picture Association of America (MPAA) olhavam com bastante rigor para o MegaUpload. O site acabou sendo derrubado pelo FBI no início de 2012.

Depois dessa ação, o Putlocker passou a receber cerca de 1,6 milhão de visitantes por dia, o dobro da média registrada antes disso. Mas não havia motivos para comemoração. Os seus mantenedores sabiam que o serviço poderia ser o próximo a ser derrubado.

Em um esforço para escapar do pior, a Putlocker alegou ter adotados medidas drásticas para remover o conteúdo pirata de sua plataforma. Não adiantou. O cerco foi se fechando a ponto de até o PayPal deixar de funcionar com o site.

O TorrentFreak conta que, depois de tanta pressão, os administradores do Putlocker decidiram mudar o nome do serviço para Firedrive, em 2014.

US$ 102 mil pelo putlocker.com

Após a mudança para Firedrive, a busca pelo Putlocker diminuiu, progressivamente. Nesse meio tempo, o próprio Firedrive deixou de existir.

Apesar disso, o endereço putlocker.com continuou sendo acessado. Estimativas atuais apontam que o domínio recebe cerca de 4 mil visitas por dia. Em termos absolutos, é pouco. Mas, para um site que não funciona há anos, esse é um sinal de o Putlocker ainda está vivo na memória de muita gente.

Putlocker.com atual (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Putlocker.com atual (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Provavelmente, foi isso que levou uma pessoa a desembolsar US$ 102.499 (R$ 555 mil) pelo domínio putlocker.com em um leilão recente.

Não se sabe o que vai ser feito desse endereço. Atualmente, o domínio exibe anúncios que redirecionam para supostos serviços de streaming online ou armazenamento de arquivos. Ele deve continue assim.

Além de uma possível “memória afetiva”, há outra provável razão para a popularidade do Putlocker até os dias atuais. Vários sites que prometem streaming gratuito de vídeo surgiram nos últimos anos usando esse nome. Alguns ainda funcionam. Porém, nenhum deles tem relação com o Putlocker original.

Relacionados

Relacionados