Twitter vai recomendar tweets mesmo de quem você não segue – mas dá para evitar

Recurso que já existia na plataforma, mas atingia apenas alguns usuários, agora será expandido para todos que utilizam a rede social

Paula Alves
Por

Nesta quarta-feira (30), o Twitter comunicou que está expandindo seu recurso de recomendações de tweets. Segundo a rede social, agora não serão apenas usuários selecionados que verão estas publicações, mas sim todos que utilizam a plataforma. Apesar do anúncio, novidade não deixa claro a frequência com que isso irá acontecer e nem se recomendações devem aumentar no feed dos usuários que já as viam.

Logotipo do Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Segundo a plataforma, as sugestões personalizadas do Twitter visam garantir que todos que estão na rede vejam o melhor conteúdo possível. O que implica em mostrar publicações além daquelas que estão no feed e que por algum motivo possam interessar o usuário.

Em um texto do seu blog, o Twitter deixa claro que todas as sugestões são mostradas apenas com base nas ações que a pessoa realiza no aplicativo. O que pode estar relacionado a tweets com os quais ela interagiu, tópicos que seguiu ou mesmo publicações que as pessoas da sua rede gostaram.

Para quem já está se perguntando onde esses conteúdos recomendados irão aparecer, o Twitter avisa que eles estarão “na linha do tempo da página inicial, em determinados locais da guia Explorar e em outros lugares no Twitter” – sem especificar quais outros lugares seriam esses.

A mudança, inclusive, parece que já está sendo observada por alguns usuários, como mostram os prints do historiador Kevin M. Kruse. O usuário se deparou com a publicação de um desconhecido em sua conta do Twitter, sem que houvesse um selo de “promovido” ou de RT de alguém que ele segue.

Recomendações podem incluir estratégia maior do Twitter

Vale lembrar que essa não foi a primeira mudança que Musk fez na interface do app desde quando assumiu o Twitter – e não, eu não estou falando da nova versão do Twitter Blue.

Tão logo comprou a plataforma, o CEO fez uma grande alteração na página inicial do site. Vista quando o usuário ainda está deslogado, ela o redireciona automaticamente para a aba Explorar da plataforma, onde ele tem acesso aos assuntos mais comentados da rede social.

Com a mudança somada agora ao anúncio das recomendações, é de se imaginar, portanto, que Musk esteja trabalhando em uma estratégia focada em algoritmos. O que pode ajudar no crescimento da rede social, como já bem provaram empresas como a Meta (Instagram e Facebook) e a ByteDance (TikTok).

App do Twitter
App do Twitter (Imagem: Souvik Banerjee/ Unplash)

Como não ver as recomendações do Twitter

Para não ver as recomendações do Twitter, basta alternar sua página inicial da rede pela timeline cronológica – versão do feed em que aparecem apenas tweets de quem você segue, na ordem exata de publicação.

A mudança pode ser feita tanto na versão mobile quanto desktop da plataforma, necessitando apenas de um clique no ícone de brilho do topo da tela.

Com informações: The Verge e Engadget

Relacionados

Relacionados