Microsoft planeja super app para ganhar usuários na busca mobile

Super app ajudaria a aumentar a arrecadação da Microsoft; Bing estaria entre os serviços mais importantes do aplicativo para celulares

Bruno Gall De Blasi
Por

Bing figura entre os principais buscadores, mas a sua popularidade sempre anda em baixa. Segundo o Statista, enquanto a plataforma segue com menos de 9% de market share global, oito em cada dez pessoas usam o Google. Mas a Microsoft está bolando em uma estratégia para conquistar mais usuários: criar um super app.

Logotipo da Microsoft
Microsoft (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

É o que conta o The Information. Segundo o periódico nesta terça-feira (6), a responsável pelo Windows quer correr atrás da Apple e do Google. A solução seria unificar vários serviços em um único lugar.

A lista de serviços esperada é grande, passando por compras, notícias, mensagens e afins. Mas o Bing seria o ponto nevrálgico dos destaques da iniciativa. 

O aplicativo ainda não tem nome definido e está no estágio inicial de desenvolvimento. Mas a sua meta já está mais do que clara: alavancar os ganhos com anúncios e com o buscador que é usado para entrar no… Google

Ou seja, a empresa espera que mais pessoas utilizem os seus serviços, incluindo o Outlook e o Teams, convertendo este avanço em receita.

Bing seria ponto de destaque do super app da Microsoft (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Bing seria ponto de destaque do super app da Microsoft (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Microsoft segue empresas chinesa com super app

A ideia, caso confirmada, pode aumentar a presença da companhia no mercado mobile. 

Afinal, diferentemente da Apple e do Google, a Microsoft não possui um sistema operacional móvel próprio. Dessa forma, é preciso pensar em caminhos alternativos para que mais usuários aproveitem as soluções da empresa sem muitas barreiras. 

Além disso, a iniciativa tem uma fonte de inspiração: a China. Por lá, aplicativos como o WeChat oferecem inúmeras funcionalidades em um único lugar. Conforme explicado por Kai-Fu Lee, no livro Inteligência Artificial, o aplicativo assumiu um baita protagonismo na vida dos chineses:

“A Tencent foi cuidadosamente transformando o WeChat no primeiro superaplicativo do mundo. Tornou-se um ‘controle remoto para a vida’ que dominava não apenas os mundos digitais dos usuários, mas também permitia que pagassem suas contas em restaurantes, chamassem táxis, desbloqueassem bicicletas compartilhadas, gerenciassem investimentos, agendassem consultas médicas e recebessem os medicamentos receitados em sua porta.” 

Claro, o aplicativo da Microsoft não chegaria a tanto. Mas tornaria os serviços da empresa mais próximos dos usuários, especialmente em relação à busca. 

A Microsoft, no entanto, não confirmou o desenvolvimento do aplicativo. Também não há certeza se a solução vai se tornar realidade algum dia.

Microsoft pode seguir WeChat com super app (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Microsoft pode seguir WeChat com super app (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

Até Elon Musk pensa em criar um super app

Os executivos da Microsoft não foram as únicas pessoas do Ocidente a pensar nesta alternativa.

Em outubro, Elon Musk manifestou uma ideia similar. Pelo Twitter – como sempre –, o bilionário informou que a compra da rede social é um acelerador para a criação do X, “o aplicativo de tudo”.

O executivo, no entanto, não tocou mais no assunto desde que concluiu a compra do Twitter.

Com informações: Android PoliceMacRumorsThe Information e Reuters

Relacionados

Relacionados