Claro, TIM e Vivo ganham aval para ativar 5G puro em 15 cidades; veja a lista

Anatel divulga lista de cidades liberadas para ativar frequência de 3,5 GHz; a partir de janeiro, 5G puro poderá chegar a Campinas, Guarulhos e mais localidades

Lucas Braga
Por

O 5G puro já está disponível em (bairros de) todas as capitais brasileiras, mas as operadoras não podiam avançar com o serviço nas demais cidades porque o espectro de 3,5 GHz ainda não foi liberado pela Anatel. Não mais: a partir da próxima quinta-feira (15), Claro, TIM e Vivo poderão cadastrar suas antenas e iniciar o serviço de quinta geração em 15 novos municípios.

5G
5G (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

TV via satélite restringe liberação do 5G em todo o Brasil

Existe um motivo para que as operadoras não ativem o 5G na frequência de 3,5 GHz em cidades que não são capitais. O espectro é atualmente ocupado pela TV aberta via satélite (TVRO), e, para evitar interferências, é necessário que os usuários desse serviço substituam suas antenas parabólicas e receptores compatíveis com a Banda Ku.

Todo o processo de migração para a Banda Ku é controlado pelo Gaispi, grupo da Anatel responsável pela mitigação de interferências na faixa de 3,5 GHz. Famílias inscritas no CadÚnico podem solicitar gratuitamente a instalação de uma nova antena e receptor, mas a adesão é vista como baixa pela agência: apenas 11,5 mil kits foram distribuídos, do total previsto de 1,4 milhão.

Antena parabólica. Foto: LoggaWiggler/Pixabay
Antena parabólica precisa ser substituída para dar lugar ao 5G. (Imagem: LoggaWiggler/Pixabay)

A migração para a Banda Ku afeta somente as parabólicas de TV aberta via satélite. Nenhuma mudança deve ser feita para usuários de TV por assinatura via satélite de operadoras como Sky, Claro TV ou Oi TV.

Se você está apto a receber o novo kit de recpetor e parabólica, é necessário fazer o agendamento com a Siga Antenado pelo site ou pelo telefone 0800 729 2404. É necessário ter em mãos o CPF ou NIS inscrito no CadÚnico.

As cidades com 5G puro liberado

A partir de amanhã, as operadoras poderão solicitar o licenciamento de antenas 5G em 15 municípios brasileiros. Outras 20 cidades estarão disponíveis a partir de 1º de janeiro de 2023.

A lista da Anatel inclui cidades com mais de 500 mil habitantes, além de municípios menores que fazem parte de regiões metropolitanas de capitais ou outras cidades maiores. Considerando as duas datas de liberação, São Paulo e Rio de Janeiro são os estados com mais localidades contempladas.

É importante ressaltar que a liberação da Anatel se refere apenas à permissão de uso do espectro, e não há nenhuma obrigação de cobertura 5G neste primeiro momento. O cronograma da agência prevê obrigatoriedade de quinta geração em municípios com mais de 500 mil habitantes somente a partir de julho de 2025.

Nos demais municípios, as operadoras já podem oferecer sinal 5G a partir de outras frequências, seja com o compartilhamento com tecnologias antigas (5G DSS) ou com frequência dedicada, como a banda de 2,3 GHz que também foi leiloada pela Anatel.

Confira abaixo a lista de cidades com a frequência de 3,5 GHz liberada:

Cidades liberadas a partir de 15 de dezembro de 2022

EstadoCidades
GoiásAparecida de Goiânia
ParáAnanindeua
ParanáLondrina
PernambucoJaboatão dos Guararapes
Olinda
Paulista
Rio de JaneiroMesquita
Nilópolis
São João do Meriti
Rio Grande do SulCaxias do Sul
Santa CatarinaJoinville
São Francisco do Sul
São José
São PauloDiadema
São Caetano do Sul

Cidades liberadas a partir de 1º de janeiro de 2023

EstadoCidades
BahiaFeira de Santana
Espírito SantoSerra
Vila Velha
Minas GeraisContagem
Juiz de Fora
Uberlândia
Rio de JaneiroBelford Roxo
Campos dos Goytacazes
Duque de Caxias
Nova Iguaçu
Niterói
São Gonçalo
São PauloCampinas
Guarulhos
Osasco
Santo André
São Bernardo do Campo
São José dos Campos
Sorocaba
Ribeirão Preto

Relacionados

Relacionados