Twitter vai permitir que empresas identifiquem funcionários com selo personalizado

Ainda em fase de testes, novo modelo de assinatura do Twitter Blue deve se estender para mais companhias durante 2023

Paula Alves
Por

Nesta segunda-feira (19), o Twitter anunciou o lançamento do Twitter Blue for Business, modelo de assinatura destinado a empresas que queiram ser reconhecidas na rede social. O serviço permitirá que a companhia vincule sua conta principal a de outros funcionários e afiliados, de maneira que toda a rede da organização seja facilmente reconhecida na plataforma.

Twitter Blue também vai permitir que empresas identifiquem funcionários com um selo personalizado / Diivulgação / Twitter
Twitter Blue for Business (Imagem: Divulgação / Twitter)

Ainda em fase de testes com algumas empresas, o Twitter Blue for Business funcionará da seguinte maneira: ao realizar a assinatura, a organização pode solicitar que qualquer outro indivíduo, empresa ou marca afiliada seja vinculada à sua conta.

Isso será feito por meio de um emblema quadrado com o símbolo do negócio, que aparecerá ao lado do verificado azul (usuário) ou dourado (empresa) do perfil em questão.

Segundo o Twitter, não haverá um número limite de contas que poderão ser vinculados à organização, permitindo assim que todas a sua rede apareça ligada. Embora se saiba que ele deve chegar para o público final no próximo ano, detalhes sobre seu funcionamento ou mesmo o custo de sua assinatura ainda não foram revelados.

Para quem ficou curioso para ver a badge em um perfil, alguns funcionários do próprio Twitter, como Esther Crawford, chefe de produtos da plataforma, e outros figurões da Craft Ventures, já ostentam a novidade em sua conta.

Twitter tem verificações com cores variadas

Twitter (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Twitter (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A revelação do Twitter Blue for Business acontece poucas semanas após o Twitter reativar sua assinatura do Twitter Blue e implementar as verificações coloridas na plataforma.

Essa novidade, anunciada ainda em novembro, permite que a cor de verificação da conta mude conforme o segmento do perfil. Dessa maneira, usuários permanecem com o check em azul, contas de empresa agora têm um selo dourado e contas governamentais aparecem com um selo cinza.

Além disso, segundo Musk, todas as contas da rede social agora são verificadas manualmente antes de terem seu check ativado. Uma mudança anunciada após a primeira tentativa de lançamento do Twitter Blue resultar em caos na rede social.

Atualmente disponível nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Reino Unido, a assinatura do Twitter Blue sai pelo valor de US$ 8 por mês, caso o serviço seja contratado pela web, e US$ 11 por mês (R$ 59,90), caso seja contratado via iPhone ou iPad.

Com informações: Twitter e The Verge

Relacionados

Relacionados