Como carregar o notebook pela primeira vez? As discussões na Comunidade do TB

Primeira carga do notebook, teclado silencioso e mais! Saiba quais foram os destaques da Comunidade do Tecnoblog desta semana

Janaína Dantas
Por

A última semana do ano é sempre aquela correria, né? Se você não conseguiu acompanhar as novidades dos últimos dias, fique tranquilo: teve dúvida sobre como deve ser a primeira carga do notebook, dados vazados e Netflix brincando de esconde-esconde. Confira abaixo esses e outros destaques da Comunidade do TB entre 24 e 30 de dezembro.

Imagem: Capa TB Comunidade 30 de dezembro
Como carregar o notebook pela primeira vez? (Imagem: Vitor Pádua/ Tecnoblog)

Por quanto tempo carregar o notebook pela primeira vez

Como a bateria é um dos principais componentes de um notebook, é importante saber quais os procedimentos corretos para preservar sua vida útil. Pensando nisso, a Caca30 criou um tópico na Comunidade para saber: “Quanto tempo deve ficar carregando o notebook pela primeira vez?”.

O Keaton relembrou que, normalmente, os fabricantes colocam essa informação no manual que vai acompanhado do seu produto e até mesmo em seus sites. A Samsung, por exemplo, aconselha que a primeira carga seja completa, ou seja, de 100% — o que pode levar de 1 a 2 horas.

Além disso, Mateus B. Cassiano trouxe uma dica importantíssima — não exatamente para a primeira — mas para as outras cargas.

“Quer otimizar a vida útil da bateria ao máximo? Evite os extremos (o ideal é manter a carga sempre entre 20% e 80%) e, caso use predominantemente na tomada, procure limitar a carga máxima da bateria (caso seu notebook tenha essa opção).”

Esse é um conselho muito válido, porque os notebooks atuais vêm equipados com bateria de lítio (a mesma usada em celulares). Esse tipo de bateria não vicia como antigamente, mas tem um ciclo de vida de, em média, 300 e 500 ciclos de carga. Mateus explicou melhor como funciona:

Leitor explica: "Um ciclo completo corresponde a uma descarga de 100% a 0%. Se você descarrega só metade, consumiu só metade do ciclo, e por aí vai. A vantagem de descargas/recargas parciais é que você estará evitando os extremos (0%, 100%) e isso reduz o dano das células a longo prazo
Fazer recargas parciais evitando extremos aumenta a vida útil da bateria do seu notebook. (Imagem: reprodução/Tecnoblog)

Outros tópicos que repercutiram na Comunidade

Acompanhe outras discussões interessantes que tivemos durante a semana. Acesse os links abaixo e deixe sua opinião.

  1. Quem tem problema de vista?
  2. Alguma sugestão de teclado silencioso?
  3. Tem como fazer backup dos usuários de seu grupo no Telegram?
  4. Os HD’s SATA se tornaram obsoletos?

Além dos assuntos levantados na Comunidade do TB, nossa equipe apurou e produziu muita coisa legal. Veja abaixo as principais pautas dessa semana!

Imagem casal assistindo TV - como pagar netflix sem cartão de crédito
Netflix esconde plano básico sem anúncio. (Imagem: Cottonbro Studio / Pexels)

As 5 melhores discussões sobre pautas do Tecnoblog

  1. Se colar, colou: Netflix esconde plano básico sem anúncios de R$ 25,90
  2. Troque suas senhas: cofres do LastPass foram levados por hackers
  3. Baidu aumenta os horários e se estabelece no mercado de robotaxis na China
  4. TV box pirata pode espiar tela de celular conectado à mesma rede, diz Anatel
  5. Dados de 13 milhões ficam expostos após invasão a sistema da SPTrans

A Netflix anunciou recentemente um plano chamado de Básico com anúncios e parece estar dando mais atenção a essa estratégia. Isso, porque na hora de assinar o serviço, a plataforma esconde o plano básico sem anúncio induzindo que o usuário pague pelo plano com propagandas ou pelos pacotes mais caros. A ação repercutiu bastante na Comunidade do TB e tem gente falando que a empresa tem data para acabar. E você, o que acha?

Ônibus saindo de terminal da SPTrans
SPTrans tem sistema invadido e expõe dados de usuários. (Imagem: Sidnei Santos / SPTrans)

Nesta semana, a SPTrans, empresa responsável pela gestão dos ônibus da cidade de São Paulo (SP), revelou que teve seu sistema invadido. Com isso, 13 milhões de usuários cadastrados no sistema do Bilhete Único tiveram seus dados vazados. Informações como nome, CPF, e-mail e endereço foram expostos, mas, de acordo com a empresa, os saldos dos cartões do Bilhete Único foram preservados. A recomendação é que os usuários acessem o site do serviço e troquem login e senha. 

Encerro nosso resumo semanal por aqui. Não se esqueça de acompanhar o Tecnoblog e participar das discussões na Comunidade para ficar por dentro de todas as novidades. Boa virada de ano e até 2023!

Janaína Dantas

Analista de conteúdo

Janaína Dantas é jornalista formada pela Fapcom e fala sobre tecnologia desde 2019. Antes de ser analista de conteúdo no Tecnoblog, escreveu no Startupi e cobriu eventos sobre startups, inovação e empreendedorismo. Já atuou na área de comunicação de uma ONG e hoje faz trabalhos voluntários para democratizar o acesso à informação.

Relacionados

Relacionados