Carregamento sem fio Qi2 leva tecnologia da Apple para celulares Android

Apple está trabalhando em conjunto com consórcio responsável pelo padrão Qi; novidade promete ser o primeiro passo para maiores velocidades de carregamento

Felipe Freitas
Por

A Wireless Power Consortium (WPC) anunciou durante a CES 2023 a chegada da tecnologia de carregamento sem fio Qi2. O curioso é que a tecnologia contará com o MagSafe, de propriedade da Apple. Sim, em breve, os smartphones Android serão compatíveis com acessórios MagSafe da Apple.

Carregador MagSafe no iPhone 12 (Imagem: Divulgação/Apple)
Carregador MagSafe no iPhone 12 (Imagem: Divulgação/Apple)

Esta segunda geração da tecnologia tem como objetivo “unificar” o padrão de carregamento sem fio. E tudo com o apoio da Apple — aquela mesma Apple que reclamou do USB-C na Europa. De qualquer modo, não temos do que reclamar: o importante é ter acessórios MagSafe em Android e iOS.

Qi2 chegará para resolver confusões com o padrão

Mesmo existindo há 10 anos, o padrão de carregamento Qi causava confusão entre as marcas e os consumidores: fica difícil compreender o que é e o que não um dispositivo compatível com Qi.

Com o apoio da tecnologia MagSafe da Apple e de outras empresas do consórcio, a WPC pretende finalmente entregar um padrão que justifique esse nome. O principal plano da Qi2 é solucionar problemas de desalinhamento entre o ponto de carregamento no smartphone e no carregador — um desalinhamento na hora de colocar o celular para carregar traz prejuízos para a saúde da bateria.

De acordo com a WPC, essa melhoria no alinhamento entre carregador e smartphone é um passo para que a Qi2 entregue velocidades de carregamento superiores a 15 W. Com isso, após o lançamento do padrão, teremos smartphones com a mesma especificação de carregamento nas versões com fio e sem fio. Claro, as fabricantes chinesas continuarão com as suas velocidades absurdas no carregamento com fio.

Samsung Galaxy Z Fold 2 com Apple MagSafe (Imagem: Max Weinbach/Android Police)
Galaxy Z Fold 2 com Apple MagSafe: em breve trabalhando eficientemente (Imagem: Max Weinbach/Android Police)

Padronização não garante a resolução de um problema

Ok, se tudo der certo, no fim de 2023 os produtos Qi2 “com MagSafe” chegarão as lojas — as especificações do WPC serão finalizadas no meio do ano. Todavia, isso não garante que os acessórios contarão com imãs fortes, que não fiquem deslizando no smartphone.

Como destacou Paul Golden, do WPC, a força e tamanho do imã é determinado pela fabricante do acessório. Então os novos produtos até podem ser compatíveis com o MagSafe, mas não espere que isso signifique que o imã do acessório ficará firme na smartphone.

Com informações: The Verge e XDA-Developers

Relacionados

Relacionados