AMD provoca Intel na CES 2023 e mostra novas CPUs Ryzen e GPUs Radeon

Empresa mostrou novas CPUs Ryzen 7000 para desktops e laptops gamers; AMD Radeon ganhou novas versões mobile

Felipe Freitas
Por

Na noite desta última quarta-feira (4), Lisa Su subiu no palco durante a CES 2023 e provocou a Intel ao mostrar a nova geração de CPUs Ryzen 7000. Na apresentação, a CEO da AMD revelou uma nova geração de processadores para desktop e mobile. A série Ryzen 7045 promete ser a estrela dos próximos laptops.

Chip Ryzen 7000 (imagem: reprodução/AMD)
AMD anunciou novos Ryzen 7000 na CES 2023 (imagem: reprodução/AMD)

Na linha Ryzen para desktop, a AMD apresentou os Ryzen 7000 da série “não X e”base” X3D (montados com a tecnologia 3D V-Cache). Já o anúncio considerado a “surpresa” da noite foi o anúncio de novas GPUs Radeon para notebooks. Apesar de alguns rumores apontarem esses lançamentos, não havia muita confiança de que a AMD fosse fazer isso logo depois do anúncio da 7900 XT e 7900 XTX.

AMD quer manter a liderança contra a Intel por mais um tempo

Quando se fala de AMD, Intel e Nvidia, sempre surge algum “torcedor de chip” para acusar um ou outro de defender uma marca. Mas, dos últimos anos para cá, é fato que a AMD está lançando CPUs melhores que os da rival Intel (antes que acusem, eu uso um i7 10700). Os produtos anunciados ontem querem manter essa vantagem sobre o Lado Azul.

A série mobile Ryzen 7045, que usa a arquitetura Zen 4, foi desenvolvida para competir com a série Intel Core HX. O flagship dessa nova série é o Ryzen 9 7045HX, com 16 núcleos e 32 threads e frequência máxima de 5,4 GHz. Esses CPUs, com codinome de Dragon Range, são os mesmo do desktop, mas com encapsulamento para notebooks. Por isso, ele também possui apenas duas Computing Units em seus gráficos — os laptops que ele equipará terão GPUs dedicadas.

Até o momento, foi anunciado que o ASUS ROG Strix, Dell Alienware M16, Alienware M18 e Lenovo Legion terão versões com a série Ryzen 7045. Esses primeiros notebooks serão lançados no próximo mês.

Primeiros notebooks com CPUs Ryzen 7045 (Imagem: Divulgação/AMD)
Primeiros notebooks com CPUs Ryzen 7045 (Imagem: Divulgação/AMD)

Já a série Ryzen 7040 (Zen 4) é voltado para os notebooks ultrafinos e, de acordo com a Dr. Lisa Su, entregará um alto desempenho em aplicações profissionais com alta duração de bateria. Na comparação apresentada no palco, o Ryzen 9 7040HS superou o Apple Silicon M1 Pro e Intel Core i7 1280P em um teste de velocidade de renderização.

A AMD ainda promete que a série Ryzen 7040 terá uma duração de bateria de até 30 horas em exibição de vídeos. Esses desempenhos só serão confirmados em março, quando chegarem os primeiros notebooks equipados com chip.

Depois de assoprar, é hora de morder. Esses novos chips mobiles são uma bagunça nas especificações. Existem quatro arquiteturas de CPUs diferentes (Zen 2, Zen 3, Zen 3+ e Zen 4) e três de GPUs (Vega, RDNA 2 e RDNA 3). Veja a lista:

AMD Ryzen 7000 para notebooks (Imagem: Divulgação/AMD)
AMD Ryzen 7000 para notebooks (Imagem: Divulgação/AMD)

Novas GPUs mobile e processadores para PCs

Como disse Lisa Su, a CES 2023 é o momento em que a AMD foca em produtos para laptops — mas também tem espaço para desktops. Além das novas CPUs para notebooks, a AMD anunciou suas novas Radeon mobile: quatro da série intermediária da Radeon 7000 (RDNA 3) e três da linha de entrada da Radeon 6000 (RDNA 2).

A principal GPU apresentada é a Radeon RX 7600M XT, com 32 compute units e 18Gb/s de velocidade da memória. Todas as novas Radeon 7000 apresentadas possuem 8 GB de memória GDDR6. As variações ficam nas compute units: 32 para a RX 7600M XT e RX 7700S; 28 para RX 7600M e RX 7600S.

Nas versões de entrada, a AMD lançou as RX 6550M, RX 6550S e RX 6450M. Todas com 4 GB de memória GDDR6. As versões 6550 possuem 16 compute units, contra 12 da RX 6450M.

Todas essas GPUs devem estrar em fevereiro, com Asus ROG, Dell Alienware e a chinesa Emdoor usando em novos modelos de notebooks.

AMD Radeon 7000 para notebooks (Imagem: Divulgação/AMD)
AMD Radeon 7000 para notebooks (Imagem: Divulgação/AMD)

Para destkops, a AMD anunciou seis CPUs Ryzen 7000, com versões com 3D V-Cache e “bases”, sem o sufixo “X”.  O Ryzen 9 7950X3D, 5,7 GHz, 16 núcleos, 32 threads, 144 MB de cache (L2+L3) e TDP reduzido para 120 W é o novo flagship da linha Ryzen 7000. Em comparação, o Ryzen 9 7950X tinha TDP de 170 W.

A AMD lançará em fevereiro, junto do Ryzen 9 7950X3D, o Ryzen 9 79003XD (12 núcleos e 24 threads), Ryzen 78003XD (8/16), Ryzen 9 7900 (12/24), Ryzen 7 7700 (8/16) e Ryzen 5 7600 (6/12). A empresa não anunciou os preços dos novos processadores.

Confira o evento da AMD na íntegra:

Relacionados

Relacionados