Moto G23 com bateria grande já pode ser vendido no Brasil

Anatel homologa Moto G23; celular da Motorola deve chegar às lojas do Brasil com bateria de 5.000 mAh e Android 13 de fábrica

Bruno Gall De Blasi Everton Favretto
Por e

Motorola está se preparando um novo celular intermediário para o público brasileiro. Nesta quarta-feira (4), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu o sinal verde para o Moto G23, autorizando-o para a venda no Brasil. A expectativa é de que o smartphone seja revelado com Android 13 e bateria de 5.000 mAh.

Sucessor do Moto G22 (foto), Moto G23 já pode ser vendido no Brasil (Imagem: Divulgação/Motorola)
Sucessor do Moto G22 (foto), Moto G23 já pode ser vendido no Brasil (Imagem: Divulgação/Motorola)

De acordo com os documentos encontrados pelo Tecnoblog, a agência aprovou o celular de modelo XT2333-4 fabricado pela Motorola.

O modelo tende a chegar as lojas sob o nome comercial Moto G23, conforme apontado pela certificação do TDRA, agência equivalente à Anatel dos Emirados Árabes Unidos.

Outros detalhes foram apresentados pelo certificado de conformidade técnica. É o caso das unidades fabris localizadas em Jaguariúna (SP), Manaus (AM) e na China.

Certificado de homologação do Moto G23 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Certificado de homologação do Moto G23 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Moto G23 pode trazer bateria de 5.000 mAh

Alguns aspectos da ficha técnica deram as caras no documento. Entre eles, está a presença da bateria PH50, que possui capacidade nominal de 4.850 mAh e tensão nominal de 3,87 Vcc.

Espera-se que a peça chegue ao mercado com a capacidade típica de 5.000 mAh. Além disso, o celular será vendido com o carregador na caixa.

Demais detalhes surgiram em outras homologações. Na certificação Wi-Fi emitida em 27 de dezembro de 2022, há informações sobre a presença do Android 13 de fábrica.

O smartphone também deve trazer Wi-Fi 802.11 b/g/n/a/ac com suporte às frequências de 2,4 GHz e 5 GHz.

Além de trazer os detalhes sobre a aprovação da TDRA, o MySmartPrice revelou que o telefone deve ter recarga de 33 watts, com base na certificação da FCC.

Com exceção desses detalhes, o Moto G23 ainda não tem muitas informações reveladas. A Motorola, no entanto, tende a seguir a receita do Moto G22 anunciado em abril de 2022 com câmera de 50 megapixels e ficha técnica intermediária.

Apesar da homologação da Anatel, a data e o preço de lançamento ainda são um mistério.

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Everton Favretto

Assistente de Conteúdo

Everton Favretto é bacharel em Tecnologias Digitais pela UCS e caça homologações da Anatel para o Tecnoblog. Gosta de telefones (velhos e novos) e está sempre pronto para falar de aviões. Consegue identificar um modelo de 737 olhando para a fotografia dele e tem um Raspberry Pi Zero W na sacada só para rastrear as aeronaves por ADS-B.

Relacionados

Relacionados