Android TV chega a 150 milhões de dispositivos em meio a disputa com Roku

Juntos, Google TV e Android TV chegam a 150 milhões de dispositivos, mas Roku também cresce em ritmo forte (e quer mais)

Emerson Alecrim
Por

A CES 2023 não serviu apenas para mostrar dispositivos. O Google aproveitou o evento para divulgar que seu ecossistema para TVs cresce em ritmo forte. Juntas, as plataformas Android TV e Google TV já marcam presença em mais de 150 milhões de aparelhos. Esse cenário só não é melhor para a companhia por causa de um nome que parecia inofensivo: Roku.

TV QLED TCL C825, com Google TV
TV QLED TCL C825, com Google TV (imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O Google tem motivos para celebrar. Em janeiro de 2022, o seu ecossistema estava presente em 110 milhões de TVs ao redor do mundo. Agora, em janeiro de 2023, esse número alcançou 150 milhões de dispositivos. Houve um aumento de 40 milhões na base de aparelhos com Android TV ou Google TV em apenas um ano.

Isso não significa que o ecossistema do Google está presente em 150 milhões de lares. Muitos domicílios têm duas ou mais TVs baseadas nos sistemas da empresa. Apesar disso, os números recém-divulgados atestam o sucesso da companhia no segmento de TVs.

Isso acontece em meio a uma grande mudança. O Google vem migrando do Android TV para o Google TV. De acordo com o site FlatpanelsHD, essa transição deve ganhar força em 2023 graças ao apoio de marcas como a Philips, um nome forte em TVs na Europa.

A Roku também avança

Roku Express (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Roku Express (imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Criada em 2014, a Roku não parecia, em seus primeiros anos, ter força para disputar mercado com o Google. Mas a verdade é que a companhia também registra números altos.

Os detalhes sobre a presença da Roku no mercado só serão divulgados em fevereiro. Mas, na semana passada, a empresa liberou algumas informações que comprovam o seu bom momento no mercado de TVs.

A Roku fechou 2022 com mais de 70 milhões de usuários ativos. Eles consumiram 87,4 bilhões de horas de conteúdo durante o ano passado. Trata-se de um aumento de 19% em relação a 2021. Em países como Canadá, Estados Unidos e México, a Roku TV lidera em horas de transmissão.

Engana-se quem pensa que esses números foram alcançados apenas com dispositivos de streaming, a exemplo do Roku Express. Assim como o Google, o mérito da Roku está nas parcerias que permitem que seu sistema seja instalado diretamente em numerosos modelos de TVs. Entre as marcas parceiras estão JVC, Philips e TCL.

As TVs da própria Roku

É verdade que o Google vem, aos poucos, afastando a TCL da Roku. Mas isso não intimidou esta última. Uma prova disso apareceu justamente na CES 2023. Na feira, as linhas Roku Select e Plus Series TVs foram anunciadas.

Sim, estamos falando de TVs desenvolvidas pela própria Roku. Elas terão entre 24 e 75 polegadas, além de resoluções que irão de HD a 4K.

A expectativa é a de que as TVs da Roku sejam lançadas nos Estados Unidos no segundo trimestre deste ano, com preços entre US$ 119 e US$ 999.

YouTube video

Decisão surpreendente? Talvez. Mas Anthony Wood, CEO da Roku, parece ser adepto da máxima de não colocar todos os ovos na mesma cesta:

Nós geramos bilhões de dólares por ano em receita de publicidade e distribuição de serviços de streaming, e temos uma grande plataforma para fazer isso, mas o core deste negócio é a presença de mercado de nossa plataforma.

Em resumo, o Google deve celebrar o crescimento de seu ecossistema de TVs, mas precisa ficar de olhos bem abertos para a concorrência.

Relacionados

Relacionados