Sem querer, Google confirma lançamento de dispositivo com sistema Fuchsia

Documento comenta a produção de um produto que terá o Fuchsia de fábrica; após ser divulgado, arquivo foi apagado apressadamente

Ricardo Syozi
Por

Na primeira semana de 2023, algumas pessoas que estão desenvolvendo o Fuchsia lançaram um documento explicando sobre um projeto. Antes de o arquivo ser deletado da rede, foi possível pegar informações que relacionam o sistema operacional ao JavaScript e menções a um dispositivo que terá a novidade em seu lançamento. Ou seja, do nada, o Google decidiu lembrar a todos que ainda está trabalho no futuro SO.

Google Nest Hub (imagem: Unsplash / James Yarema)
Google Nest Hub (Imagem: Unsplash / James Yarema)

De acordo com o documento descoberto pelo 9toGoogle, o Fuchsia vai receber suporte do JavaScript em seu desenvolvimento. O objetivo é o de facilitar na administração e controle dos recursos do aparelho, pois “eventualmente o sistema operacional será usado em dispositivos quando eles estiverem sendo fabricados”.

No entanto, o que mais chama a atenção no arquivo é que o Google precisa finalizar o SO na primeira metade de 2023. Isso porque a companhia está produzindo um gadget que terá o Fuchsia como base já em seu lançamento.

O documento diz:

É necessário ter uma solução geralmente funcional pronta até 1H2023 (primeira metade do ano) para que ela esteja disponível para a primeira construção de fábrica do Fuchsia.

Como o SO já faz parte da fundação do software do Google Nest Hub, podemos inicialmente imaginar que o tal dispositivo seria a próxima geração do smart speaker da empresa. Rumores indicam que o item pode chegar às lojas entre o segundo semestre de 2023 ou o primeiro semestre de 2024.

Google Nest Hub (imagem: divulgação/Google)
Google Nest Hub (Imagem: Divulgação / Google)

Google continua avançando com o SO

Depois de muito tempo sem novidades sobre o sistema operacional, parece que a gigante de busca decidiu reacender o interesse do público.

É importante lembrar que o desenvolvimento do Fuchsia começou em meados de 2016, mas poucas informações foram divulgadas desde então. Já no fim de 2022, o time de desenvolvedores hospedou um SDK Bootcamp para reforçar os trabalhos sobre o SO.

Ele veio como uma extensão para o Visual Studio Code e foi baixado cerca de 500 vezes. Como resultado, deu para ter uma noção de quantas pessoas estão trabalhando no projeto.

Seja como for, a marca ainda não explicou mais claramente para o público o que esperar do produto. Será que ele vai substituir o Chrome OS ou o Android? A companhia americana diz que não, mas nunca se sabe.

Relacionados

Relacionados