Depois do Windows 11, novo Media Player começa a chegar ao Windows 10

Mais intuitivo e funcional, novo Media Player foi lançado para o Windows 11 e, agora, chega ao Windows 10 para substituir Groove Music

Emerson Alecrim
Por

Depois do lançamento do Windows 11, a Microsoft passou a atualizar ou substituir aplicativos clássicos da plataforma. Uma das novidades é o Media Player (Reprodutor Multimídia), que tende a se tornar padrão para a reprodução de áudio e vídeo no sistema. É uma atualização bem-vinda. Tanto que ela também começa a chegar ao Windows 10.

Media Player no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Media Player no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Paint, Bloco de Notas e outros softwares nativos receberam bastante atenção da Microsoft para ficarem condizentes com os recursos do Windows 11.

Em boa parte dos casos, as atualizações não contemplam o Windows 10. Tem lógica. A companhia quer que os usuários migrem para a versão mais recente do sistema.

Mas colocar o Media Player entre as exceções pode ser uma boa estratégia, afinal, o Windows 10 ainda tem uma base expressiva de usuários. Além disso, o nome Windows Media Player é conhecido desde o Windows 3.0, quando o programa foi lançado. Por causa disso, não é difícil promovê-lo.

Temos que levar em conta também que as tentativas da Microsoft de substituir o Windows Media Player não foram exatamente um sucesso. A companhia tentou fazer isso com o Groove Music, no Windows 8. No Windows 10, entrou em cena o reprodutor Filmes e TV.

Nenhuma dessas opções teve grande aceitação, o que talvez explica o fato de o Windows Media Player clássico estar disponível até hoje para Windows 10 e Windows 11.

O que o novo Media Player oferece?

O novo Media Player começou a ser liberado para usuários do Windows 11 que participam do programa Windows Insider em novembro de 2021. Hoje, ele já está disponível para usuários finais do sistema. No Brasil, a ferramenta é chamada de Reprodutor Multimídia.

A primeira mudança está na interface, mais intuitiva e moderna que a do Windows Media Player. Além disso, o programa é compatível com uma série de formatos de áudio e vídeo, como WMV, MPEG, WebM e MP4.

Há ainda equalizador, tecnologias assistivas para acessibilidade, miniplayer, listas de reprodução, suporte a temas, entre outros recursos.

Media Player no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Media Player no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Em breve no Windows 10

Se, usando o Windows 10, você procurar por Media Player ou Reprodutor Multimídia na Microsoft Store, encontrará o aplicativo. No entanto, a sua tentativa de instalação ainda pode levar ao Groove Music.

Talvez não por muito tempo. O recente aparecimento da ferramenta na loja de aplicativos da Microsoft, mesmo que a sua instalação ainda não seja possível para a maioria dos usuários, é um indício de que a liberação geral ocorrerá em breve. Até porque a novidade surgiu há algum tempo para usuários Insider do Windows 10.

Faz sentido. Na descrição do Media Player na Microsoft Store, a companhia afirma que o aplicativo vem para substituir o Groove Music. Não há razão para essa substituição se limitar ao Windows 11.

Em razão disso, para quem já tem o Groove Music no Windows 10, provavelmente, o Media Player será instalado em uma atualização futura do sistema operacional.

Com informações: Neowin, Deskmodder.

Relacionados

Relacionados