Operadoras iniciam testes com SMS de alertas de desastres nesta segunda-feira

Anatel, companhias telefônicas e órgãos da Defesa Civil em sete municípios fazem parte de projeto-piloto para envio de mensagens sobre riscos de desastres naturais

Felipe Freitas
Por

A partir desta segunda-feira (16), as companhias telefônicas iniciam o projeto-piloto dos avisos de desastres naturais por SMS Classe 0. Os testes serão realizados nas cidades de Anapólis (GO), Petrolina (PE), Parauapebas (PA), Juiz de Fora (MG), Paranaguá (PR), Angra dos Reis (RJ) e Petrópolis (RJ). A previsão é que este formato de comunicação esteja operacional em todo o país até dezembro deste ano — sem precisar que a população se cadastre.

Destruição causada pela lama de deslizamentos de terra das chuvas em Petrópolis (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Destruição causada pela lama de deslizamentos de terra das chuvas em Petrópolis (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O SMS Classe 0 é um tipo de mensagem que “não pode ser ignorada” ao ser recebida. Quando a mensagem aparece, ela fica como um “pop-up” na tela e precisa ser fechada para que o usuário utilize as outras funções do celular. Ou seja, até pode não ser lida, mas é necessário tomar uma ação ao recebê-la.

SMS Classe 0 é evolução de alertas de desastres

Atualmente, órgãos de defesa civil já enviam SMS Classe 1 para números cadastrados no sistema de avisos. Porém, essas mensagens vão direto para a caixa de entrada. Além do usuário poder apenas apagar a notificação sem ler o conteúdo, as notificações de mensagens podem ser desativadas nas configurações.

Com o SMS Classe 0, a mensagem aparecerá na tela do celular e você tem que fazer muito esforço para não ler. Porém, as mensagens só serão enviadas para quem já está cadastrado no sistema de envio de alertas.

Se você mora em uma das cidades que participam do projeto piloto, não está cadastrado no sistema e quer participar dos testes, basta enviar o seu CEP para o número 40199.

Com o uso deste sistema, é esperado um aumento no “potencial de prevenção de riscos de impactos de situações de emergência”, diz a Conexis, sindicato das operadores de telefonia em comunicado enviado à imprensa.

Exemplo de SMS Class 0 (Imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)
Exemplo de SMS Class 0 (Imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)

Dados os diversos casos de denúncias de falta de investimento em infraestrutura contra desastres naturais, como chuvas e enchentes, em nível federal, estadual e municipal — do norte ao sul —, esses alertas via SMS Classe 0 devem começar a pipocar nas próximas grandes chuvas de verão.

Uma rápida pesquisa no Google mostra que, em comum, os municípios que integram essa primeira fase do projeto-piloto sofrem com regularmente com fortes chuvas e enchentes.

Sistema de aviso será mais abrangente até dezembro

Além de ser uma evolução do sistema de notificação já existe, é esperado que, até dezembro de 2023, o aviso de notificação por SMS Classe 0 envie as mensagens via cell broadcasting.

Com este método, os avisos são enviados para todos os celulares de uma região em risco, não necessitando que o usuário esteja cadastrado no sistema para receber essas notificações.

Relacionados

Relacionados