Claro Flex é alterado e planos ficam até 25% mais caros; veja os preços

Exclusivo • Plano de entrada do Claro Flex ganhou mais internet e pacote extra para redes sociais; novo portfólio entra em vigor na próxima quarta-feira (9)

Lucas Braga Everton Favretto
Por e
• Atualizado há 4 dias
Celular com aplicativo do Claro Flex aberto
Claro Flex é reformulado e fica mais caro (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A Claro irá reformular novamente o portfólio do plano digital Claro Flex. A operadora subiu o preço do plano de entrada, mas aumentou a quantidade de internet móvel e adicionou uma franquia extra para redes sociais. Os demais planos ficaram mais caros e não ganharam novos benefícios.

O Tecnoblog obteve acesso ao regulamento do novo plano e as informações foram confirmadas pela Claro. De acordo com a operadora, nada será alterado para os clientes da base, que permanecem com os pacotes originais.

Os novos planos passam a ser comercializados nesta quarta-feira, 10 de julho. Confira os pacotes e preços do novo Claro Flex:

Pacote de internetFranquia para appsPreço mensal
10 GB5 GBR$ 39,99
15 GB5 GBR$ 49,99
20 GB5 GBR$ 59,99
30 GB5 GBR$ 69,99
Compilação feita pelo Tecnoblog com base em dados da Claro

A franquia de apps pode ser utilizada com YouTube, Waze, TikTok, Instagram, Facebook e X (antigo Twitter). O plano de 30 GB também permite utilizar o bônus para acessar o Free Fire. Caso o pacote especial se esgote, o acesso aos aplicativos passa a descontar da franquia principal.

Além disso, o acesso ao WhatsApp é ilimitado em todos os pacotes do Claro Flex, inclusive para ligações de voz e vídeo. O plano também inclui chamadas de voz para qualquer operadora do Brasil, bem como 500 SMS para números Claro. Torpedos para outras operadoras são tarifados em R$ 0,90 por mensagem.

A Claro concede um bônus no Flex para assinantes de TV por assinatura ou banda larga da operadora que fizerem a contratação no mesmo CPF. São 5 GB extras no pacote principal e mais 5 GB na franquia de apps, concedidos mensalmente durante um ano.

O plano de 10 GB inclui acesso ao aplicativo de leitura Skeelo na versão Light. Nos pacotes a partir de 15 GB o usuário tem direito ao Skeelo Padrão.

O aumento dos preços no Claro Flex

O novo Claro Flex ficou mais caro em comparação com os planos anteriores. O maior aumento percentual foi no plano de 15 GB, que saltou de R$ 39,99 para R$ 49,99. Confira:

Plano antigoPlano novoAumento em %
8 GB + 2 GB para YouTube
R$ 34,99
10 GB + 5 GB para apps
R$ 39,99
14,29%
15 GB + 5 GB para apps
R$ 39,99
15 GB + 5 GB para apps
R$ 49,99
25%
20 GB + 5 GB para apps
R$ 49,99
20 GB + 5 GB para apps
R$ 59,99
20%
30 GB + 5 GB para apps
R$ 59,99
30 GB + 5 GB para apps
R$ 69,99
16,67

O único plano que ganhou benefícios após o aumento é o pacote de entrada, que anteriormente tinha 8 GB de internet móvel e 2 GB para usar com YouTube e Waze. No novo portfólio, o pacote básico inclui 10 GB de internet e 5 GB para utilizar com YouTube, Waze e redes sociais, que antes descontavam da franquia principal.

Loja da Claro em São Paulo (Imagem: Felipe Ventura / Tecnoblog)
Loja da Claro em São Paulo (Imagem: Felipe Ventura / Tecnoblog)

Mesmo com o aumento de preços, o Claro Flex continua tendo um dos melhores custos-benefícios de telefonia móvel no Brasil:

  • A Claro oferece um plano controle de entrada com 15 GB de internet e 3 GB para usar com YouTube por R$ 54,90 mensais, para pagamento com débito automático;
  • A Vivo tem o plano digital Vivo Easy Prime Essencial, com 9 GB de internet móvel e WhatsApp ilimitado por R$ 45 mensais;
  • A TIM oferece um plano controle com 25 GB de internet móvel e WhatsApp sem descontar da franquia por R$ 54,99. Esse plano é mais vantajoso que o Claro Flex de 20 GB, mas pode não ser atrativo para quem utiliza até 15 GB por mês.

Claro Flex teve outra mudança em 2024

É a segunda vez que a Claro altera o Claro Flex no ano de 2024. Em março, a operadora modificou o plano digital e removeu o direito de utilizar redes sociais sem descontar da franquia. Na ocasião, a tele acrescentou um novo pacote exclusivo para acessar determinados aplicativos.

Além do Claro Flex, a operadora reformulou todo o portfólio do pós-pago e controle, com o mesmo objetivo de retirar as redes sociais ilimitadas.

Relacionados