Framework Laptop vai permitir troca de CPU Intel ou AMD por chip RISC-V

Framework Laptop 13 é um notebook altamente personalizável; modelo vai receber placa-mãe com chip RISC-V como componente opcional

Emerson Alecrim
Por
Framework Laptop 13 (imagem: divulgação/Framework)
Framework Laptop 13 (imagem: divulgação/Framework)

O Framework Laptop 13 é um notebook que foge do convencional devido ao seu alto nível de personalização. Você pode trocar componentes do equipamento quase com a mesma facilidade com que faz isso em desktops. Em breve, o portátil vai permitir até que você instale um processador RISC-V.

A proposta do Framework Laptop

Muitos fabricantes permitem que você personalize algumas características do notebook antes da compra, como CPU e tecnologia da tela. Mas, depois que o equipamento é adquirido, dificilmente você consegue trocar algum componente que não seja igual ao original. Em geral, é possível fazer apenas upgrade de RAM ou armazenamento.

A linha Framework Laptop foi desenvolvida para ser atualizável. É relativamente fácil trocar os componentes dos modelos dessa família. A linha permite que você instale um teclado ou uma tela diferente, por exemplo, e use módulos para definir quais portas de comunicação (como USB ou HDMI) o notebook deve ter.

Até a CPU e a placa-mãe podem ser mudadas. Não importa a razão, você pode trocar esses componentes para fazer o notebook sair de um chip Intel e ir para um AMD, ou vice-versa.

Nesta semana, a Framework anunciou mais uma opção de personalização: a possibilidade de um chip do tipo RISC-V ser instalado.

Framework Laptop 13 com RISC-V

Para ser exato, a Framework anunciou uma placa-mãe para o modelo Laptop 13 que traz um chip com arquitetura RISC-V. Com isso, a linha passa a ter suporte oficial a chips Intel e AMD (x86), e a RISC-V.

A placa-mãe está sendo desenvolvida em parceria com a DeepComputing. Trata-se da empresa que está por trás do DC-Roma com Ubuntu Linux, notebook que tem justamente um chip RISC-V como principal característica.

O processador RISC-V que complementa a placa-mãe consiste no modelo StarFive JH7110, de 64 bits. Ele tem quatro núcleos de até 1,5 GHz, além de GPU IMG BXE-4-32 de 600 MHz.

No quesito software, Canonical e Red Hat já foram acionadas para permitir que a placa-mãe execute o Ubuntu e o Fedora.

Framework Laptop 13 (imagem: divulgação/Framework)
Framework Laptop 13 (imagem: divulgação/Framework)

Não é para todo mundo

Como a placa-mãe ainda está sendo desenvolvida, não há informação sobre data de lançamento ou preço. Mas a Framework alerta desde já que ela não é um componente direcionado a todo tipo de usuário:

A placa-mãe é extremamente interessante, mas queremos deixar claro que, nesta geração, ela visa principalmente permitir que desenvolvedores e entusiastas comecem a testar e criar com RISC-V. O conjunto de recursos e o desempenho ainda não são competitivos em relação às placas-mãe para Framework Laptop com tecnologia Intel e AMD.

Nos Estados Unidos, a linha Framework Laptop 13 custa a partir de US$ 799 (R$ 4.375 na conversão atual).

O que é RISC-V?

RISC-V é a sigla de uma arquitetura de conjunto de instruções (ISA, na sigla em inglês) para chips chamada Reduced Instruction Set Computing. Ela foi introduzida em 2010. Ao contrário de outras ISAs, como Arm e x86, o RISC-V é um padrão aberto, portanto, não exige pagamento de licenças para ser implementado.

Relacionados