Google cancela YouTube Premium de quem usou VPN para pagar mais barato

Segundo relatos no Reddit, plataforma suspendeu benefícios e está exigindo que assinantes usem cartão e endereço do país onde estão

Giovanni Santa Rosa
Por
• Atualizado há 3 semanas
YouTube
Usuários de Estados Unidos e Europa receberam emails do YouTube comunicando cancelamento (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

O Google está cancelando assinaturas do YouTube Premium feitas por VPN, de acordo com relatos compartilhados no Reddit. O truque era usado para aproveitar o preço em moedas mais fracas e pagar mais barato.

Os relatos surgiram no subreddit r/youtube há três dias. A plataforma de vídeos mandou emails para usuários informando que a assinatura havia sido cancelada e os benefícios serão removidos no fim do ciclo de pagamento.

Aplicativo do YouTube em um celular Android
YouTube Premium não tem propagandas (Imagem: Emerson Alecrim / Tecnoblog)

Um dos assinantes, que mora no Reino Unido, mas tinha feito a assinatura como se estivesse em outro país, diz que entrou o contato com o suporte ao consumidor. O serviço afirmou que ele havia se mudado para um país diferente e a assinatura tinha sido cancelada por esse motivo. Para reativá-la, era preciso usar um cartão do Reino Unido e um endereço do país.

No tópico, há mais relatos de usuários de Reino Unido e Estados Unidos, e comentários de sites de notícias indicam que usuários de outros países da Europa também foram afetados.

No X (antigo Twitter) e no Reddit, não encontramos relatos recentes de usuários brasileiros, o que parece indicar que estas “ondas” de cancelamentos são localizadas e ainda não chegaram por aqui. Em resposta ao Tecnoblog, o Google enviou o seguinte posicionamento:

“Para oferecer planos e promoções mais precisos, implementamos sistemas para determinar o país de nossos usuários. Nos casos em que o país de inscrição não coincidir com o local de acesso ao YouTube, estamos solicitando aos membros que atualizem suas informações de cobrança para o país de residência atual.”

YouTube está em guerra contra formas de evitar anúncios

Usar VPN para assinar o YouTube Premium pagando menos é um truque conhecido há alguns anos. Com a tecnologia, é possível simular uma conexão em um país onde o serviço é mais barato.

A diferença de preço pode chegar a 90% para usuários de EUA e Reino Unido. Mesmo brasileiros conseguem valores mais em conta com essa tática. Outro cenário é de pessoas que moram em países onde o serviço não está disponível, mas querem ter acesso às vantagens.

A principal vantagem do YouTube Premium é deixar de ver as propagandas. A plataforma, porém, parece determinada a acabar com as brechas para escapar da publicidade. Além dos cancelamentos, ela vem combatendo o uso de bloqueadores de anúncios e aplicativos não-oficiais.

Com informações: Android Authority, 9to5Google

Atualizado às 15h25 de 20/6 com o posicionamento do Google

Relacionados