5 aplicativos para quem trabalha como freelancer

Conheça cinco opções de aplicativos para aquelas pessoas que já trabalham ou querem começar a trabalhar como freelancer

Ricardo Syozi
Por

Divulgar o seu trabalho é uma das principais necessidades de quem trabalha por conta. É preciso ser visto para receber oportunidades, por isso que pode ser interessante para um freelancer fazer uso de aplicativos. Separei cinco opções que prometem dar aquela força na hora de encontrar trabalho e deixar tudo organizado. Será que alguma delas serve para você?

Um freelancer sempre precisa estar organizado (Imagem: Unsplash / Per Lööv)

1. 99Freelas

aplicativo freelancer
Aplicativo do 99Freelas (Imagem: Tecnoblog)

Um dos aplicativos para freelancer mais usados no Brasil, o 99Freelas funciona de forma muito similar a seu site. Toda a parte de preenchimento do perfil e busca por propostas é indolor. Não há tantas categorias como em outros apps dessa lista, mas há uma certa variedade, sem dúvida.

O usuário pode entrar em um possível job e ver itens como descrição, exigências do cliente e valores que podem ser negociados. Uma parte importante é poder ver as avaliações que os clientes têm, já que facilita o entendimento das intenções da pessoa. Outro ponto que gosto são ferramentas como uma calculadora que auxilia a contagem da hora de trabalho do freelancer.

A versão gratuita é bastante limitada e ainda exige 20% para a intermediação. Já a Premium oferece mais chances de conseguir trabalhos, além de cobrar 10% desse mesmo valor.

2. Closeer

aplicativo freelancer
Aplicativo do Closeer (Imagem: Tecnoblog)

Exigindo um cadastro aprofundado para começar a usar o app, o Closeer é bastante direcionado a trabalhos em ramos como hotelaria e alimentação. Há outros tipos de jobs, claro, mas surgem com menor frequência do que os citados.

Diferente de outras alternativas dessa lista, usando o Closeer, a pessoa aguarda por oportunidades de freelancer ao invés de procurá-las no aplicativo. Assim que é chamado, uma conversa e uma negociação têm início. Para começar e terminar os trabalhos, é necessário usar um QR code.

Algo que gostei é a área de treinamento. Ela está repleta de vídeos e artigos para aprimorar o conhecimento do usuário. Por outro lado, há alguns relatos de demora no repasse do pagamento, então vale a atenção nesse quesito.

3. Upwork

App Upwork
Aplicativo do Upwork (Imagem: Tecnoblog)

Para quem quer achar jobs além do Brasil, o Upwork é uma opção que vale a conferida. Funcionando 100% em inglês, o aplicativo é similar em vários aspectos ao 99Freelas. O freelancer faz seu cadastro e adiciona suas habilidades e experiência. A partir daí, resta procurar oportunidades pelo app.

Por ter esse direcionamento internacional, tudo é cobrado e pago em dólar. Assim que encontrar algum trabalho que o interesse, o usuário pode mandar uma proposta e aguardar para ser chamado. Os clientes têm avaliações para mostrar um certo nível de confiança.

Por último, é importante destacar que a empresa Upwork fica com 20% do pagamento total, porém caso a conta ultrapasse os U$ 500, então essa intermediação diminui para 10%.

4. Switch

App do Switch Profissionais
Aplicativo do Switch (Imagem: Tecnoblog)

Com foco em serviços para bares, hotéis e restaurantes, a Switch Profissionais exige que após um cadastro simples, o usuário realize treinamentos para ter acesso às vagas. A partir daí, tudo funciona de forma bastante direta: procure por uma vaga em sua área, se inscreva e aguarde pela confirmação da empresa e do app.

Um ponto curioso é que o aplicativo não faz apenas a intermediação, mas também faz a indicação do profissional mais indicado para o contratante. Além disso, nenhum valor extra é repassado à Switch, ou seja, o trabalhador recebe 100% pelo o que realizou.

Em relação aos pagamentos, eles são depositados para o freelancer semanalmente. No geral, este é uma alternativa muito interessante para pessoas com ou sem experiência nas áreas mencionadas no primeiro parágrafo.

5. Workana

App do Workana
Aplicativo da Workana (Imagem: Tecnoblog)

Oferecendo uma gama competente de opções de áreas, desde tradução a engenharia e arquitetura, este aplicativo para freelancer está disponível exclusivamente para Android. O cadastro não é trabalhoso e ainda permite conectar com uma conta do Behance.

Com tudo encaminhado, a pessoa pode buscar por projetos que trazem afinidade com suas habilidades. Assim, basta oferecer o seu trabalho e negociar caso haja interesse do cliente. Os pagamentos são feitos através de transferência bancária, PayPal e Mercado Pago.

Senti falta de cursos ou artigos para ajudar os trabalhadores, pois é algo oferecido por outras opções. Além disso, usar o app pode ser complicado, já que ele é mais uma extensão do site da empresa. Dessa forma, às vezes fica mais pesado do que deveria. Por último, o custo de serviço da Workana é de 4,5%.

Você já conhecia algum desses aplicativos para freelancer? Qual o seu favorito? Deixe a sua opinião em nossa comunidade!

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados